Montando o meu próprio clone do IBM PC/AT #3 – Instalando o Windows 2.11

Nesta postagem mostrarei o processo de instalação do Windows 2.11/286. Confira!


Sobre o Windows 2

O Windows 2 foi oficialmente lançado em 1987 como uma versão revisada e ampliada do seu antecessor. Ele traz como principais melhorias uma interface com novos recursos (tais como os botões de minimizar e maximizar as aplicações), a possibilidade de sobrepor duas janelas abertas e a correção de vários bugs.

A versão 2.1 surgiu em 1988 em duas edições: o Windows/286, capaz de utilizar os segmentos de memória alta (HMA), que no caso do 286 é a parte da RAM compreendida após o primeiro megabyte até a capacidade total instalada no PC, mesmo rodando no modo real com a utilização do famoso gerenciador HIMEM.SYS (para ter uma melhor noção da segmentação de memória do MS-DOS recomendo a leitura desta postagem). O Windows/286 também é compatível com os processadores 8086 e 8088, porém sem a utilização da memória alta.

Já o Windows/386 é bem mais avançado e tira proveito do modo protegido dos processadores 80386, alocando cada aplicação em sessões do tipo Virtual 8086 separadas. Esta edição trouxe também a multitarefa cooperativa, que seria exaustivamente empregada no Windows 3.X, 95, 98 e Me (os três últimos apenas quando eram utilizados softwares de 16 bits). Quer saber mais sobre o modo Virtual 8086 e a multitarefa cooperativa? Recomento a leitura desta e desta postagem. 😉

Os requisitos de sistema do Windows 2.1/286 são 512 KB de RAM, MS-DOS 3.3 ou superior e unidade de disquete de 360 KB ou 720 KB (o mouse é opcional). O 2.1 foi o primeiro Windows a requerer um disco rígido para a instalação, com ao menos 720 KB livres – as versões anteriores podiam ser instaladas diretamente em disquetes.

Em tempo, a configuração do meu clone do PC/AT pode ser vista aqui.

A instalação

A distribuição mais comum do Windows 2.11/286 era composta de sete disquetes de 3,5” e 720 KB:

1 - Setup and Build Disk
2 - Displays Disk
3 - Utilities 1 Disk
4 - Utilities 2 Disk
5 - Fonts Disk
6 - Desktop Applications and Write Program Disk
7 - Additional Drivers Disk

Esta é a tela inicial do instalador do Windows 2.11. Note que para configurá-lo eram necessários certos conhecimentos, como o tipo da placa de vídeo.


A definição da pasta para a instalação:


Deve ser selecionado agora o tipo de PC. O meu clone, com certeza, é 100% compatível com o IBM AT. 😁


Podemos alterar algumas configurações de hardware, tais como a placa de vídeo, mouse e teclado:


As opções de placa de vídeo:


Aqui configuramos se será utilizada a memória alta (aqui referenciada como memória estendida) com o HIMEM.SYS, que obrigatoriamente deve ser mais de 64 KB. Como o meu 286 tem apenas 640 KB de RAM, não será necessário ativar a memória estendida.


Esta é a tela que é exibida para trocarmos o disquete:


Como não tenho nenhuma impressora instalada, podemos continuar:


Escolhendo o país:


O instalador se oferece para incluir a variável de ambiente PATH no AUTOEXEC.BAT:


Instalação concluída!


O caminho da instalação do Windows foi incluído na linha da variável PATH:


Na próxima parte mostrarei o funcionamento do Windows 2.11. Até lá! 😉

Comentários

  1. Excelente essa série do PC/AT, acho muito legais os posts pré-386. Nunca tive contato com um 286, só 386 no meu curso de montagem e manutenção, em 99, acho. Foi lá que vi pela primeira e única vez na vida um OS/2, mas infelizmente não lembro qual versão. Nunca usei qualquer Windows abaixo do 3.11 for Workgroups, então tá sendo demais ver essas versões ancestrais em "ação" pelas fotos. Aliás, meu único contato com algo mais velho que o Win 3.11 foi com uma foto do Windows 1.01 em uma postagem do Morimoto no GdH. Parabéns e ansioso pela próxima, com o bicho sendo mostrado em modo gráfico. Abração!

    ResponderExcluir

Postar um comentário