Sobre o “novo” Mega Drive e o Ayrton Senna´s Super Mônaco GP II

Tem sido amplamente noticiado que a Tectoy antecipou as entregas do Mega Drive edição nostalgia. Aqui vão os meus pitacos sobre o assunto – e sobre como acabei com uma frustração que durava mais de vinte anos, relacionada ao jogo Ayrton Senna´s Super Mônaco GP II.



Na última semana, com direito à participação do Diretor de Operações da Sega, Tsurumi Naoya, a Tectoy realizou um evento do relançamento do Mega Drive e que marcou também o início das entregas do console aos que o compraram na pré-venda, que começou no final do ano passado.

Apesar de alguma modernidade incluída, como o leitor de cartões SD, este “novo” Mega Drive difere do anterior em alguns aspectos técnicos. O primeiro e mais importante deles é a interface de som: o chip processador de áudio do Mega original é o Yamaha YM2612, que não é mais produzido e desta forma a Tectoy teve que fazer uma “adequação técnica” que piorou bastante a qualidade do áudio. Também é imperdoável a falta de uma conexão HDMI, por mais que a empresa alegue que haveria um aumento de custos – vale destacar que o console está à venda por salgados 449 temers em até 10 vezes, ou com 5% de desconto para pagamento à vista no boleto.


Há uma entrada para cartuchos, mas nem todos funcionam: falta suporte a nível de hardware a certas tecnologias exclusivas utilizadas por alguns títulos da época, tais como o Virtua Racing (que emprega o famoso chip SVP - Sega Virtua Processor) e o Super Street Fighter II. Da mesma forma este “novo” Mega também é incompatível com os clássicos acessórios do console, como o Sega CD, o 32X e o adaptador para rodar os cartuchos do Master System.

Quanto aos jogos que acompanham o console (que vêm em um cartão SD), houve mudanças em relação aos que foram apresentados na pré-venda. Continuam sendo 22 jogos, uma quantidade realmente pequena dada as possibilidades atuais e que fica muito longe de representar o legado do console:
  1. Alex Kidd in the Enchanted Castle
  2. Alien Storm
  3. Altered Beast
  4. Arrow Flash
  5. Bonanza Brothers
  6. Columns
  7. Collumns III: Revenge of Columns (ao invés do Out Runners)
  8. Comix Zone (substituiu o Decap Attack)
  9. Crystal’s Pony Tale (no lugar do Turbo Outrun)
  10. E-Swat
  11. Fatal Labyrinth
  12. Flicky
  13. Gain Ground
  14. Golden Axe
  15. Golden Axe 3
  16. Jewel Master
  17. Kid Chameleon
  18. Last Battle
  19. Sega Soccer
  20. Shadow Dancer
  21. Shinobi 3
  22. Sonic 3

A Tectoy tem planos de relançar jogos em cartuchos, sendo que o primeiro deles é o Turma da Mônica na Terra dos Monstros, uma modificação do clássico Wonder Boy. A empresa afirmou que também queria relançar o icônico Ayrton Senna´s Super Mônaco GP II, mas que infelizmente não conseguiu obter os direitos.

E qual é a minha opinião? Sinceramente, como “seguista” inveterado, abaixo do valor deste relançamento é possível encontrar exemplares usados do verdadeiro Mega Drive em muito bom estado. As vantagens são muitas: chip de áudio original (a qualidade do som sempre foi um destaque do console) e compatibilidade plena com todos os cartuchos e acessórios do console, com a única desvantagem de não contar com o slot para cartões SD. Foi o presente que me dei no Natal do ano passado, e por muito pouco a mais em relação ao valor pedido pelo novo foi possível ainda pegar um Sega CD plenamente funcional.


Enfim, realmente é uma pena que a Tectoy não possa relançar o cartucho do Ayrton Senna´s Super Mônaco GP II. Felizmente eu já garanti o meu, com todos os manuais e a bateria para os saves funcionando perfeitamente:


O Ayrton Senna´s Super Mônaco GP II é o jogo que mais joguei em todos os tempos, e durante a década de 1990 eu tinha que me virar com um cartucho paraguaio que não contava a bateria para os saves – não dava para desligar o console senão todo o progresso no jogo era perdido, e haja dedo para conquistar tudo novamente! 😱

Compadecido do meu sofrimento, o meu nobre e bom pai deu-me de presente de aniversário um cartucho original do jogo, com a bateria para os saves e tudo! Uau! Porém a euforia durou pouco: então eu possuía um Mega japonês e o cartucho não funcionou pois tinha trava de região, o que na época não havia como resolver (não dava para “destravar” o Mega nipônico – estávamos em 1993!). Desta forma tivemos que trocá-lo por outro cartucho, eu com lágrimas nos olhos, que somente foram aplacadas agora, mais de vinte anos depois.

Veja também:

Comentários

  1. Colocaram o que no lugar do YM2612? A Motorola ainda produz o 68000?

    Alguém tem que pegar um e esmiuçar o hardware urgentemente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O 68000 (na verdade o MC68HC000, uma variação compatível pino a pino) ainda é produzido por uma subsidiária da Motorola, a Freescale Semiconductor.

      Quanto ao chip de som utilizado não achei a informação em lugar nenhum. Para ter certeza sobre o hardware empregado pela Tectoy só resta esperar que algum site ou youtuber abra o aparelho. Infelizmente não tenho como comprar um apenas para abrir... :-)

      Excluir

Postar um comentário