Especial Ryzen: Unboxing do processador AMD Ryzen 7 1700

Iniciando a série especial sobre o processador Ryzen 7 1700 que faz parte da minha nova configuração, confira aqui o seu unboxing!


Uma vez que na postagem "Seja bem-vindo, AMD Ryzen!" as características técnicas do processador foram descritas, aqui mostrarei mais a embalagem e acessórios do mesmo além de alguns detalhes adicionais. 😉

Sem dúvida o lançamento dos processadores Ryzen foi a melhor coisa que aconteceu no âmbito tecnológico nos últimos tempos. Afinal de contas, após um longo e tenebroso inverno que durou seis anos, a AMD novamente voltou a ser competitiva e relevante no mercado de CPUs x86 que estava perigosamente estagnado. 

Mesmo o mais ardoroso fã dos processadores Core deve agradecer aos céus pelo novo produto da AMD, o qual foi tão bem recebido que tirou a gigante adormecida Intel da zona de conforto: as reduções de preços, e o lançamento de produtos como o Pentium HT e o Core i9 somente aconteceram devido ao fator Ryzen.

Particularmente sempre tive uma quedinha pelos processadores AMD, desde a época do K6 até o Athlon 64 X2 (veja o meu breve histórico de upgrades aqui). Porém a partir da linha Intel Core 2 a AMD começou a ficar muito para trás em termos de rendimento: embora honestos, os processadores Phenom e Phenom II não conseguiram reverter o quadro. 

Mas ainda pioraria. Em 2011 a AMD lançou os processadores FX baseados na microarquitetura Bulldozer, que a empresa dizia ser revolucionária. Porém desde os primeiros testes os FX mostraram sérios problemas de desempenho, com o cúmulo de ostentarem um IPC (Instruções por Ciclo) pior do que os Phenom! O conceito de núcleos de processamento modularizados também nunca foi bem recebido pelo mercado.

O fracasso da arquitetura Bulldozer e das suas derivadas foi um duro golpe para a AMD, porém o que importa agora é que a empresa voltou a ser merecedora de receber o meu suado dinheiro com o Ryzen. Chega de conversa e vamos ao unboxing!

A caixa do processador é muito bonita: na cor cinza e com destaques em laranja, possui o logotipo Ryzen em relevo.


Eis uma vista inspiradora do processador:


Pronto para “tirar o selinho"! 😂


A embalagem do processador:


Acompanham um manual com instruções de instalação e um adesivo para gabinete:


Eis o lindo e maravilhoso Ryzen 7 1700 em destaque:


A AMD manteve os pinos (total de 1331) no próprio processador, ao contrário da Intel.


Também faz parte do kit do Ryzen 7 1700 o cooler AMD Wraith Spire com leds RGB:


O cooler vem com um composto térmico pré-aplicado:


No detalhe, o conector para o controlador de leds RGB da placa mãe (cabo incluso):



Esta é apenas a primeira postagem deste especial sobre o Ryzen, que abordará também os demais componentes, montagem, benchmarks e solução de problemas – o que você não vê em simples testes e comparativos. Fiquem ligados nas atualizações do blog! 😉

Próximo:
Especial Ryzen: Unboxing da placa mãe ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4

Comentários

  1. Estou muito ansioso e curioso para ver as demais postagem deste especial sobre o Ryzen. Estou fortemente tentado a voltar a utilizar processadores AMD, tendo em vista que sempre fui admirador da mesma. Ainda guardo boas lembranças dos K6-2 e do Athlon XP Barton. Muito sucesso a AMD, e viva a concorrência. o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comprei o Ryzen há 15 dias e estou gostando bastante. Felizmente a AMD está de volta!

      O especial vai abordar até os mínimos detalhes. Aguarde! :-)

      Excluir
  2. Cara vc sabe me dizer o nome desse cabo extra que vem no cooler?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o cabo que vai no controlador de LEDs da placa mãe, não sei dizer o nome.

      Excluir

Postar um comentário