O fim de mais uma modinha

(Ainda curtindo o finalzinho das férias). Não podia deixar de comentar esta notícia, na primeira postagem deste ano: foi no mínimo constrangedor o silêncio da Samsung e da LG, as maiores fabricantes de painéis de TVs do mundo, sobre os televisores curvos durante a CES 2017 - os novos modelos topo de linha das fabricantes coreanas são no "antiquado" formato plano que tanto gostamos. Segundo representantes da Samsung pode até ser que a empresa ainda lance TVs curvas em modelos intermediários, porém não há certeza.

As TVs curvas vão fazer companhia aos modelos 3D no limbo tecnológico. Não por acaso, ambas são tecnologias totalmente forçadas que os fabricantes queriam despejar para provocar novas ondas de trocas de aparelhos. É outro grande aprendizado aos early adopters que não se cansam de enriquecer ainda mais estas empresas.

A bola da vez agora são os modelos 4K (e 8K), então fiquem atentos: não há praticamente nada atualmente em 4K (na verdade até mesmo conteúdo em 1080p ainda não é onipresente) e a tecnologia ainda é imatura, como bem ilustra o exemplo estapafúrdio do suporte ao 4K da Netflix no PC. Aqui mais do que nunca o tempo é o senhor da razão, então deixem guardados os seus suados temers ou trumps. Não há qualquer motivo para trocar a sua TV Full HD que funciona tão bem, o planeta agradece.

Outra tecnologia forçada tem o destino que merece

Comentários

  1. Se pudesse, trocaria minha tela velha de PC apenas por um monitor 1080p@144hz ou 1440p@144hz - o fator preço desanima. Ainda vejo muitos aparelhos com padrão HD, logo, o 4k vai levar tempo para amadurecer e acompanhar o mercado de forma plena, assim como ocorre com o FHD que ainda lança muitos dispositivos com este padrão de resolução.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho um monitor 1440p de 144 Hz e acho excelente, mas é muito caro realmente. Já os 1080p de 120 ou 144 Hz custam bem menos e são ótimas opções para jogos.

      Excluir

Postar um comentário