A modinha do 4K e a obsolescência programada de mãos dadas

A Netflix divulgou os requisitos mínimos para assistir o seu conteúdo em 4K no PC. Recomendo sentar-se antes de prosseguir a leitura e cuidado para não cair da cadeira: o serviço requisita nada menos do que um processador Intel Kaby Lake, Windows 10, o navegador Edge e uma conexão de pelo menos 25 Mbps, além de um monitor 4K (Duh!).

Segundo a empresa, apenas os Kaby Lake suportam a decodificação de vídeo HEVC de 10 bits (os Sklylake suportam a HEVC de “apenas” 8 bits). Já o Edge é necessário pelo fato do mesmo suportar a tecnologia de controle de cópia PlayReady 3.0 – sim, é o fantasma do DRM sempre ferrando com tudo. Será que a Netflix nunca ouviu falar do conceito de computação acelerada pela GPU? Pergunto isto pois a série 10 da Nvidia suporta tanto o HEVC de 10 bits quanto o PlayReady 3.0, o que eliminaria ao menos a necessidade do processador Kaby Lake.

Enfim, desejo boa sorte aos aventureiros do 4K. Mas aqui apenas sorte não basta: é necessária também uma gorda conta bancária.



Veja também:

Comentários

  1. Praticamente tudo que tenho em "alta definição" aqui ainda é 720p... :-| haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idem aqui. Além disto apenas tenho uns poucos filmes em Blu-Ray 1080p.

      Excluir

Postar um comentário