Este é o destino final de muitos eletrônicos descartados

O portal de notícias R7 publicou uma galeria de fotos que mostra um grande cemitério de componentes eletrônicos em Gana, no oeste da África, que realmente me impressionou. Ao invés de serem corretamente reciclados nos seus países de origem, a maioria deles europeus, o lixo eletrônico é simplesmente despejado neste grande espaço a céu aberto em função do custo ser menor (sim, sempre o velho fator custo). Apesar dos materiais tóxicos nocivos à saúde e ao meio ambiente que muitos destes aparelhos contém, um grande número de pessoas vasculha o aterro em busca de peças e metais como ouro, prata, cobre e ferro, o que movimenta a economia local.

Por estas e outras que sou a favor do reaproveitamento de equipamentos antigos



Não tenho inclinação alguma para ser um ativista ecológico radical, mas sem dúvida este é um perfeito exemplo de como o ser humano é porco (sem querer ofender o animal suíno) e que realmente o terceiro mundo é a lata de lixo do primeiro, os ditos mais evoluídos. O consumismo exacerbado e a obsolescência programada mandam lembranças.

Comentários