O fim da atualização gratuita para o Windows 10 se aproxima

Se você utiliza o Windows 7 ou o 8.1 e deseja atualizar de graça para o Windows 10, se apresse: a oferta de atualização gratuita acaba na sexta-feira, dia 29. Se a Microsoft não mudar de ideia, após esta data quem quiser o novo Windows terá que morrer em R$ 469,99 pela edição Home e em nada menos do que 809,99 temers (!) pela Pro.

Lançado em julho do ano passado, o início da trajetória do sistema foi marcada por inúmeros problemas, tanto que no final de 2015 voltei a utilizar o Windows 7 como sistema operacional principal. Porém as últimas atualizações melhoraram bastante a confiabilidade do sistema, o que me motivou a retomar o 10 como sistema principal, porém sem abandonar o 7 que ficou em dual-boot. Desde então não tenho mais reclamações. 

De um modo geral, salvo por alguma razão bastante específica (como algum software e/ou hardware críticos que não funcionem de forma alguma no novo sistema), vale a pena migrar principalmente pelo sossego futuro: com a mudança na forma de licenciamento e versionamento o Windows 10 será continuamente atualizado, o que aumentará bastante a sua vida útil, sem falar do suporte a novas tecnologias tais como o DirectX 12.

Vale lembrar que no início de agosto será iniciada a distribuição do Anniversary Update, cujas principais novidades são a introdução de extensões no navegador Edge, o suporte melhorado às canelas Stylus através do Windows Ink e a assistente pessoal Cortana que finalmente estará disponível em PT-BR.

Se você quiser o Windows 10 de graça é melhor se apressar

Veja também:

Comentários