Kepler reloaded: eis a "nova" GeForce GT 710

De olho nas pessoas que estão descontentes com a solução de vídeo presente nos seus processadores ou chipsets, mas que ao mesmo tempo não pretendem gastar os tubos com uma placa de vídeo dedicada, a Nvidia anuncia a "nova" placa de vídeo GeForce GT 710. Baseada na arquitetura Kepler (antecessora da atual Maxwell) a plaquinha conta com as seguintes características técnicas:

  • 192 núcleos CUDA rodando a 954 MHz;
  • 1 GB ou 2 GB de VRAM DDR3 acessada a 64 bits e 1,8 Gbps (largura de banda de 14,4 GB/s);
  • Interface PCIE 2.0;
  • Suporte ao DirectX 12 e ao OpenGL 4.5;
  • Conectores DB15, DVI e HDMI com resolução máxima de 2560 X 1600;
  • Dissipação de potência de apenas 19 W;
  • Preço sugerido de 30 doletas para a versão de 1 GB e 40 obamas para a de 2 GB.

A GeForce GT 710


Enfim, as características técnicas não são das melhores, e muito provavelmente não deixarão lá muito satisfeitos aqueles que trocarem as suas soluções de vídeo integradas pela GT 710, pelo menos em jogos modernos - a não ser que o vídeo integrado seja muito desatualizado, como os antigos Intel GMA que vinham presentes em muitos chipsets para o soquete LGA 775. A arquitetura Kepler ainda é muito boa, o problema é lançar um produto em pleno ano de 2016 utilizando uma arquitetura anunciada em 2012 - é muita cara de pau da Nvidia.

Por outro lado, pela baixa dissipação de potência esta placa pode ser uma boa para montar um HTPC (principalmente os modelos com refrigeração passiva). Também seria uma boa opção para usar como placa dedicada ao PhysX, se não fossem tão poucos jogos que utilizam esta tecnologia.

Veja também:

Comentários

  1. Se essa placa for lançada aqui, vai atrapalhar meus negócios. kakaka

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe a curiosidade, mas por que isto aconteceria? rs

      Excluir
    2. Porque eu vendo adaptadores X8/X16.

      Excluir
  2. Eu acho APUs ideais para HTPCs e Cia. Curioso para ver o que virá de APUs Zen-based da AMD.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para montar um HTPC do zero realmente uma APU é uma ótima alternativa.

      Excluir

Postar um comentário