Instalando o Windows NT 3.51

Conforme havia prometido na última postagem sobre o 80386, confira aqui como instalar em uma máquina virtual ou em um PC antigo (esta versão do Windows NT pode dar um bom sopro de vida a equipamentos antigos!) o tataravô do novo Windows 10, que no último dia trinta de maio completou vinte anos do lançamento! Sigam-me os bons!



Pré-requisitos

Quase sempre os arquivos de instalação do NT 3.51 estarão em um CD e como a maioria esmagadora dos PCs antigos não suporta efetuar boot através da unidade de CD, mostrarei aqui como realizar o procedimento de instalação a partir de um disquete de boot do MS-DOS ou do Windows 9X que contenha drivers para a unidade de CD. Partirei do princípio de que o disco rígido do equipamento (ou da máquina virtual) em questão já está particionado e formatado com o sistema de arquivos FAT – se você quiser saber como fazer o particionamento e formatação pelo MS-DOS (com os utilitários FDISK e FORMAT) recomento a leitura deste artigo onde os procedimentos são mostrados em detalhes.
A pré-instalação pelo MS-DOS

Com tudo a postos, efetue o boot do PC pelo disquete. Apesar de não ser obrigatório, recomendo copiar os arquivos de instalação do CD para o disco rígido para minimizar a chance de problemas. Aqui criei a pasta NTI na unidade C: para este propósito (substitua o caminho R:\I386 para a unidade/pasta onde os arquivos de instalação estiverem):

C:\>MD NTI
C:\>CD NTI 
C:\NTI>COPY R:\I386\*.*

Após a conclusão da cópia podemos partir para a instalação. Um detalhe importante caso você esteja utilizando um disquete de boot do Windows 9X, é rodar o comando LOCK C: para permitir a instalação do NT.


Para iniciar a instalação rode o seguinte comando (os parâmetros /B e /X pulam a criação de um disquete de boot do NT):

C:\NTI>WINNT /B /X

O instalador então perguntará onde estão os arquivos de instalação, sugerindo a pasta atual. Aceite a sugestão.


Será feita uma cópia dos arquivos de instalação.


E finalmente a pré-instalação pelo MS-DOS é concluída. Remova o disquete de boot da unidade e reinicie o equipamento.


A segunda etapa

Após reiniciar pressione Enter para prosseguir.


Pessoalmente prefiro a opção Custom. Pressione C para usar este modo de instalação.


O NT 3.51 conta com drivers IDE para a maioria das controladoras e caso a presente no equipamento seja deste padrão pressione Enter para prosseguir. Caso seja de outro padrão será necessário ter em mãos o disquete com os seus drivers.


Na tela de ajustes de hardware faça os que sejam necessários. De qualquer modo é possível fazê-los depois com o sistema já instalado.


Chegamos à temida tela de particionamento. Recomendo por enquanto manter o sistema de arquivos FAT, visto que é possível convertê-lo depois para NTFS com o comando CONVERT.


Selecione a segunda opção para não fazer alterações no sistema de arquivos.


Indique agora a pasta para a instalação. Recomendo manter a pasta padrão.


A não ser que você tenha alguma suspeita sobre a saúde do disco rígido, pressione Esc para pular o exame detalhado do disco e poupar tempo.


Após isto haverá mais uma cópia de arquivos e o sistema requererá uma reinicialização.

A etapa gráfica

Chegamos agora na etapa final da instalação. Esta é a clássica tela para que sejam informados os nomes.


Indique as configurações regionais do sistema.


Estas são as opções de instalação. Aqui não será mostrada a configuração do suporte a redes locais (já abordada na oitava parte da série sobre o 80386) bem como a instalação de impressoras.


Caso o disco não tenha problemas de espaço livre, podem ser selecionadas todas as opções.


Outra cópia de arquivos.


Configure a senha da conta de Administrador.


Você também pode criar uma conta padrão para utilizar o sistema operacional com um menor risco à segurança.


Configure agora o tamanho do arquivo de paginação (memória virtual). Para o NT 3.51 algo em torno dos 32 a 64 MB está de bom tamanho.


Ajuste o fuso horário.


Muito provavelmente o NT não terá drivers nativos para a sua placa de vídeo, então aqui recomendo manter o driver VGA para reduzir a chance de problemas e adicionar os drivers corretos após a instalação do sistema operacional, se houverem.


O utilitário então pergunta sobre a criação de um disquete de reparação. Pessoalmente acho desnecessário.


Finalmente concluímos os procedimentos. Reinicie o equipamento para curtir a sua instalação nova em folha do Windows NT 3.51!


Recomendo agora a instalação do Service Pack 5, que oferece notáveis melhorias em diversos aspectos do sistema. A sua interface é idêntica à do Windows 3.1/3.11 e muitos softwares de 32 bits feitos para o Windows 95 rodam no NT 3.51 SP5.


Como curiosidade, eis o Visual Basic 5 rodando no NT 3.51. Pena que o 6 requer o Windows NT 4.0 ou o 95... :p


E como bônus, confira o boot do Windows NT 3.51 no 80386:



Um forte abraço e até a próxima!

Comentários