Dica de ferramenta: testador de fontes de alimentação Thermaltake Dr.Power II

Caros leitores, retomando o tema das fontes de alimentação, no presente texto farei uma análise a respeito de um aparelho de testes e diagnóstico de fontes que achei bastante prático. Espero que curtam!

Diagnosticar possíveis problemas em fontes de alimentação de PCs nunca foi uma tarefa trivial, principalmente por ser necessário ter algum conhecimento em eletrônica básica e saber operar um multímetro. E para piorar, na grande maioria dos casos é necessário que a fonte esteja com carga (ligada à placa mãe) para que as leituras com o multímetro sejam mais precisas - o que significa que, caso a fonte realmente tenha algum problema muito grave, pode ser tarde demais e sempre há a chance de algum componente do PC ter sido danificado pela fonte defeituosa!

Pois bem, existe um produto que promete facilitar a vida dos técnicos e entusiastas: o Thermaltake Dr.Power II.


O Dr.Power II é compatível com a especificação 2.3 do padrão ATX e possui conectores discretos que permitem testar todos os barramentos da fonte de alimentação, os quais mostrarei a seguir:

  • ATX de 24 pinos (também compatível com as fontes mais antigas de 20 pinos);


  • Alimentação auxiliar PCIE de 6 ou 8 pinos (1);
  • Conector SATA (2);
  • Conector de periféricos, também conhecido como Molex (3);
  • Alimentação auxiliar do processador de 4 ou 8 pinos (4).


A operação do aparelho é muito simples: basta conectar os plugues da fonte nos conectores apropriados e apertar o botão de testes na lateral do aparelho (a fonte de alimentação deve estar ligada na rede elétrica, logicamente). Existem dois modos de teste, manual e automático.

O modo automático é acionado pressionando-se o botão de testes por mais do que cinco segundos e neste modo o aparelho realiza as checagens de modo sequencial de forma automática, mostrando no visor LCD os resultados obtidos. Já o modo manual é acionado pressionando-se o botão de testes por menos do que cinco segundos, e difere do modo automático apenas pelo fato do operador ter que mudar manualmente o teste em execução, pressionando o mesmo botão.

Se nenhuma anomalia for detectada durante os testes o visor LCD fica na cor azul. As imagens a seguir mostram os resultados que obtive com a fonte que veio juntamente com o gabinete do meu HTPC (K-Mex genérica de 250 W), que não apresentou problemas:

Resultado dos testes do conector ATX...

... do conector de alimentação auxiliar do processador...

... do conector de alimentação de periféricos (Molex)...

... e finalmente do conector de alimentação SATA. A fonte testada não possuía conector de alimentação PCIE

Caso a fonte tenha problemas, a cor de fundo muda para vermelho, o visor mostra um "F" na tensão reprovada e o aparelho emite um bipe.


Como curiosidade, seguem os valores de referência que constam na documentação do aparelho. O índice "P.G." significa Power Good, e é o tempo que fonte leva para estabilizar as tensões de saída.


Concluindo, na minha opinião trata-se de um aparelho bastante prático e que pode lhe poupar de muitas dores de cabeça com problemas relacionados à fontes de alimentação (que são muito mais comuns do que se imagina, principalmente em fontes genéricas de baixa qualidade que infestam o mercado brasileiro), e é um aparelho relativamente barato mesmo aqui no Brasil (custa em torno das 140 dilmas). Para entusiastas que montam os seus próprios computadores e para técnicos em manutenção de PCs é um must have! Logicamente que lhe faltam algumas funções, como por exemplo testes de potência e sobrecarga, porém tais testes são apenas encontrados em aparelhos que custam na casa dos milhares de obamas. Pelo que custa e o que oferece, o Thermaltake Dr.Power II possui um ótimo custo x benefício.

Veja também:

Comentários

  1. Ótima dica, vou providênciar um para o setor de TI da empresa, tendo em vista que essas fontes genéricas de "ótima" qualidade tem nos dado bastante dor de cabeça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena. O aparelho é barato e funciona bem.

      Excluir

Postar um comentário