Dicas Debian #11 – Instalando o servidor Git

O Git é o mais popular software de controle de versões e no Debian você pode criar o seu próprio servidor de forma simples! Como bônus esta postagem também mostra a integração com o Visual Studio 2022.



Quando apresentei o projeto do meu servidor pessoal, o Whitebox, fiquei devendo uma postagem sobre o Git. Pois bem, missão dada é missão cumprida! 👊

Instalando o servidor Git e criando um repositório

Para a instalação basta abrir uma janela do terminal e entrar com o comando:

$ sudo apt install git

Após a instalação precisamos criar o repositório para o projeto. No exemplo criarei um projeto chamado redline diretamente na pasta home do usuário logado, desta forma substitua o nome e o caminho conforme a vossa necessidade.

$ git init --bare ~/redline.git

A saída do comando deverá ser esta. Aqui usarei a branch padrão do Git, que é a master.


Pronto! O seu repositório de controle de versões já está positivo e operante! 😎

Bônus: integração com o Visual Studio 2022

Com o Git integrado ao Visual Studio você poderá fazer os seus commits diretamente pela interface de desenvolvimento, o que é bem mais prático. Primeiro, inclua o pacote Git para Windows na instalação do Visual Studio:



Agora devemos criar um repositório local. Com o seu projeto de software inicializado, clique no menu Git e escolha a opção local repositories.


Selecione a opção local only e forneça o caminho do repositório. Depois clique em create para concluir o processo.


Com o repositório local pronto podemos agora configurar a conexão com o remoto, que criamos no Debian. Para tanto volte ao menu Git e selecione manage remotes. Na tecla exibida clique em add.


O nome pode ser qualquer um e a sintaxe do endereço é usuário@servidor:projeto.git, conforme o exemplo abaixo. Salve as alterações.


Criando os seus commits

Com os repositórios configurados e integrados os commits podem ser feitos diretamente pela IDE do Visual Studio. Para tanto o caminho é o painel solution explorer – aba Git changes.


Forneça o nome e clique em commit all:


O commit foi criado localmente e agora vamos sincronizá-lo com o servidor. Para isto clique no botão com a seta para cima:


O sistema pedirá a confirmação para aceitar a chave PGP do servidor e solicitará a senha de acesso, que é a mesma do usuário no qual o repositório foi criado no Debian.


Pronto, o seu commit agora também está no servidor. 😀


É isso aí! Para que usar um serviço Git pago se você pode ter o seu próprio servidor? 😎

Até a próxima!

Comentários

Mais lidas da semana

RIP IBM