Distros Comunas #3 – Nova 7.0

Prosseguindo com a célebre série mostrarei a distribuição feita na ilha do tio Fidel.


Desenvolvido pela universidade de Ciência da Computação de Havana, o Nova é uma distribuição baseada no Ubuntu com o gerenciador de janelas Gnome. A versão 7.0 avaliada aqui foi lançada em junho do ano passado com opções de kernel AMD64, i386 e MIPS.

Para os testes foi criada uma máquina virtual no VirtualBox com dois núcleos para o processador, 4 GB de RAM e disco de 80 GB, sendo usada a imagem AMD64. Por motivos óbvios de segurança e privacidade a máquina estava completamente isolada da Internet.

A primeira tela exibida é a mesma de versões mais antigas do Ubuntu:



Automaticamente a mídia carrega no modo live:


Iniciando a instalação:




Decidi “borrar” o disco para uma nova instalação:



O fuso horário oficial é o de Havana:


Criação da conta de usuário:


Havana maravilhosa!



Após a reinicialização chegamos à tela de login:


A área de trabalho traz um tema próprio para o Gnome Shell:


O painel de controle é o mesmo do Ubuntu:


Apesar de lançado no ano passado, o Nova 7.0 ainda mantém o kernel Linux 4.15 do início de 2018:


O navegador padrão é o Firefox:


O gerenciador de arquivos:


A suíte office padrão é o CubaLibreOffice:


Esta é a loja de softwares, ao menos aqueles aprovados pelo governo:


Até mesmo pois ele usa repositórios próprios:


Até a próxima parte!

Comentários

  1. Interessante ver essa distribuição a nível de curiosidade. Engraçado que você põe "Fidel Castro" como nome de usuário e escreve "Viva la revolucíon" no processador de texto hahahah

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas da semana

Ficou feio

Avaliando o ReFS