Distros Comunas #1 – Red Star OS 3.0

A Distros Comunas será uma série em que mostrarei distribuições Linux feitas por governos de países socialistas. Começaremos com o sistema operacional oficial do país mais fechado do mundo, a Coréia do Norte.


São poucas as informações técnicas sobre o Red Star OS 3.0. Sabemos apenas que se trata de um kernel Linux i386 (32 bits) e o gerenciador de janelas KDE 3.X com um tema customizado que lembra versões antigas do Mac OS. Os requisitos mínimos são um Pentium III de 800 MHz com 256 MB de RAM e 3 GB de espaço de armazenamento.

A versão 3.0 é de 2012 e, segundo informações, a 4.0 foi lançada em 2019 com um kernel AMD64, mas não consegui encontrá-la de forma alguma – o ISO do 3.0 eu baixei de um FTP obscuro extremamente lento (levou mais de um dia para baixar um arquivo de 2,5 GB), que deixou de funcionar poucas semanas após eu ter feito o download. Espero que não tenham dado um “chá de sumiço” no responsável pelo FTP! 😱

Para os testes utilizei uma máquina virtual do VirtualBox com 2 GB de RAM e disco rígido de 20 GB. Por motivos óbvios de segurança e privacidade a mesma estava completamente isolada da Internet.

Esta é a tela inicial do utilitário de instalação:


O idioma foi uma grande barreira para os testes, assim tive que ir aceitando as opções destacadas:


Selecionando o disco para a instalação. A semelhança com o instalador do Mac OS impressiona:


Após algumas tentativas e erros descobri que esta tela é para cadastrar o usuário:


O fuso horário oficial é o da Coréia do Norte:


Chegou a hora do particionamento. Criei uma partição única em ext4:


Ajuste da data e hora:


Hora da cópia dos arquivos!



Após a cópia a instalação é concluída e o PC virtual reiniciado. Este é o gerenciador de boot (muito provavelmente é o GRUB):


A tela de carregamento do sistema operacional é a mostrada na imagem de abertura, e esta é a área de trabalho. Mesmo sendo um clone do Mac OS, confesso que achei bastante elegante e polida:


Informações sobre o sistema:


O painel de controle é virtualmente idêntico ao do Mac:


O navegador é uma versão modificada do Firefox, que como já expliquei está sem conectividade:


Ao menos o ISO que eu obtive veio com relativamente poucos softwares inclusos, e a navegação por eles também vai no estilo do Mac:


Enfim, espero que tenham gostado da curiosidade! Espero também que a postagem não gere infrutíferas discussões ideológicas e políticas – não vale a pena se indispor com outra pessoa somente por política e políticos, cuja maioria não vale o ar que respira.

Até a próxima!

Comentários

  1. Distros comunas ahusahsuahsuashau.... esses vagabundos devem ter pirateado na cara dura o MAC OS da Apple. Como todo bom comunista, adoram "secretamente" as coisas do capitalismo kkk Valeu o post pela curiosidade.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas da semana

2K Server

O restritivo Windows 11

Microsoft Batch 98