Xeontosh (Parte 3 – Instalando o macOS Catalina)

Finalmente chegou a hora de instalar o macOS no Xeontosh. Confira!

Primeiramente, confira a seleção dos componentes e a montagem do Xeontosh, caso ainda não tenha visto. 👍

Obtendo o macOS e gerando a mídia de instalação

Para evitar problemas prefiro não colocar aqui no blog o link direto para o download da imagem do macOS Catalina, mas deixo uma dica: façam uma pesquisa por “Oralila Catalina”, que vocês não terão muita dificuldade para achar a imagem. 😉

Com a imagem baixada, será necessário gerar uma mídia para instalar o sistema. Para tanto eu usei o software de código aberto balenaEtcher, que tem versões para Windows, macOS e Linux. Após o instalar, abra-o e clique na opção Flash from file:

Selecione a imagem:

E o pendrive de destino:

Agora é só clicar em flash e aguardar o término.


A instalação

Com o pendrive criado, inicie o PC a partir dele:

Curiosamente, uma vez que o SSD usado aqui estava no meu MacBook de 2009 e continha o El Capitan, o Xeontosh iniciou por ele sem problemas. As perspectivas de sucesso eram ótimas!

Mas como queremos o Catalina, que é o último macOS exclusivo para x86, reiniciei novamente o PC e no menu escolhi a opção para instalação. Esta é a tela de boot:

Escolha o idioma:

Antes de partir para a instalação propriamente dita precisamos preparar a unidade de armazenamento. Para tanto, abra a opção Utilitário de Disco:

Iremos aqui apagar completamente o disco para o deixarmos exclusivo para o macOS. Portanto, faça um backup antes de prosseguir caso o disco contenha dados.

Aviso dado, clique no botão Apagar:



Com o disco limpo, clique em Particionar. Na tela exibida, entre com o nome do volume e selecione o sistema de arquivos APFS:

Partição criada!


Após a formatação encerre o utilitário de disco. Agora é possível iniciar a instalação:

Você concorda em vender a alma para a Apple? 👻

Selecione o disco de destino:

Aguarde a cópia dos arquivos:

Após o término o PC irá reiniciar e a instalação será retomada:

Instalação concluída! Clique em Continuar nas próximas telas:




Aqui escolhi para configurar mais tarde, mas fica a seu critério. Um ID da Apple é preciso para baixar softwares da App Store.

Novamente o termo venal da sua alma:

Hora de criar uma conta de usuário:

Particularmente não ativo os serviços de localização, seja qual for o sistema operacional: macOS, Windows, Ubuntu, Android...

Escolha o fuso horário:



Como este é um hackintosh “la garantia soy yo”, acho que não devemos compartilhar a análise do “Mac” com a Apple...

Clique em configurar mais tarde:

Para este que vos escreve estes “assistentes” tais como a Siri, Cortana e afins são pura perfumaria.

Escolha o tema:

As configurações serão aplicadas:

Como o nosso hackintosh possui um teclado “padrão PC”, precisamos informar o tipo do teclado:


Ufa! Instalação concluída! 😁

Embora o macOS esteja positivo o operante, ele ainda inicia apenas pelo pendrive. Na próxima parte mostrarei como solucionar isto, além de outros ajustes. Até lá!

Comentários

Mais lidas da semana

Salvando uma placa 286

Ficou feio

Avaliando o ReFS