Unboxing: placa-mãe MSI B450M PRO-VHD Plus

Baseada no chipset B450, esta placa é um modelo intermediário da MSI no formato Micro ATX. Confira aqui todos os seus detalhes!

Esta é a embalagem:


As suas especificações técnicas são as seguintes:

  • Chipset AMD B450;
  • Quatro soquetes de memória para módulos DDR4 até 3466 MHz, com o máximo de 128 GB de capacidade total;
  • Um slot PCI Express 3.0 x16 controlado pelo processador;
  • Dois slots PCIE 2.0 x1 controlados pelo chipset;
  • Um slot M.2 para dispositivos 2242/2260/2280, com suporte às sinalizações NVMe (PCIE 3.0 x4) e SATA;
  • Quatro portas SATA-600;
  • Seis portas USB 3.0 (ou USB 3.1 Gen1...);
  • Oito portas USB 2.0;
  • Codec de áudio Realtek ALC892;
  • Controlador Gigabit Ethernet Realtek 8111H.

O circuito regulador de tensão conta com sete fases.

Do ponto de vista da retrocompatibilidade, uma característica boa desta placa é que ela oferece uma porta serial e uma paralela. Basta usar aqueles mesmos conectores (com o espelho traseiro) que tínhamos nos PCs antigos.

Duas das quatro postas SATA são rotacionadas:

Os conectores do painel traseiro, da esquerda para a direita:

  • Porta PS/2 para mouse ou teclado e duas portas USB 2.0;
  • DB15 (VGA) e DVI-D;
  • Duas portas USB 2.0 e uma HDMI;
  • Ethernet (RJ45) e quatro portas USB 3.0;
  • Conectores de áudio analógico.

Os demais itens da embalagem:

A placa já vem com firmware compatível com os Ryzen 3000 (Zen 2) e por ser uma B450 terá suporte aos Ryzen 5000 (Zen 3). Entretanto, chama a atenção o fato do seu chip EEPROM ser de apenas 128 Mb (16 MB), então é bem provável que o suporte a algumas famílias de chips (tais como os bizarros Bristol Ridge) será removido para adicionar os Zen 3.

Por fim, a MSI B450M PRO-VHD Plus é uma placa intermediária bastante honesta aos que quiserem montar um PC baseado na plataforma AM4. Mais detalhes no próximo projeto! 👍

Comentários