Ladrões virtuais pé de chinelo #13

Esta foi a tentativa de golpe mais bem feita que recebi até o momento, cujos mentores certamente não fazem jus ao título desta série.

Eis o requintado e-mail de “cobrança”:

Vamos aos fatos.

O endereço do remetente certamente passa uma imagem bastante crível se a pessoa não analisar o conteúdo com mais cuidado. Mas o que me chamou a atenção foram os dados, que são aqueles que realmente constam no meu cadastro com a NET/Claro, como o e-mail de recebimento, a data de vencimento, o endereço e até mesmo o número do contrato! 😱

Em anexo está um boleto do banco Santander, para que o cliente possa "quitar" o seu débito com a empresa. SQN!

Fica a pergunta: teriam os golpistas poderes de clarividência (no caso, seriam poderes de clarovidência?), ou eles conseguiram obter os meus dados a partir da própria Claro? Entrei em contato com a empresa, que se limitou a confirmar que realmente é um golpe, mas não fez qualquer menção de onde e como os golpistas obtiveram os meus dados. Pois é...

Por fim, fica o alerta para a cada vez maior sofisticação dos golpes e uma dura constatação: imagina o tipo de picaretas aos quais os nossos dados cadastrais são expostos. Complicadíssimo.

Comentários