Lacrinux

E a lacração chegou ao desenvolvimento de softwares! O Linus anunciou oficialmente que o kernel Linux vai abandonar os termos blacklist e slave. 


Não foram definidos novos padrões para as terminologias, há apenas sugestões de termos para o desenvolvimento e documentação de novos códigos. Para o lugar da master/slave algumas das sugestões são: 

  • primary/secondary 
  • main/replica (ou ainda subordinate)

E para a blacklist/whitelist:

  • denylist/allowlist
  • blocklist/passlist 

Toda a forma de racismo é abominável, isso não se discute. Mas enxergar racismo até em termos puramente técnicos me parece ser um exagero. Essa geração mimimi é foda.

Mas não critico o Linus. Hoje em dia é simplesmente impossível desafiar a ditadura do politicamente correto e a cultura do cancelamento. Chega logo, asteroide Bennu!

Comentários

  1. Mudança bem-vinda.

    Commit:
    https://git.kernel.org/pub/scm/linux/kernel/git/torvalds/linux.git/commit/?id=a5f526ecb075a08c4a082355020166c7fe13ae27

    ResponderExcluir
  2. Quer outro exemplo? Tente comprar um "criado mudo" hj em dia e provavelmente vai ser linchado em praça pública...

    ResponderExcluir
  3. Essa geração de agora é a mais mimizenta de todos os tempos. Que geração chata pra kraleo!

    ResponderExcluir
  4. Além de computadores, outro dos meus hobbies é fotografia.
    Tenho receio de tirar fotografia em preto e branco, a alguém me criticar porque não tem as cores do arco iris....
    Ou foto hi-key ou low-key, onde a cor branca predomina, ou a cor preta predomina...

    ResponderExcluir
  5. Excelente iniciativa. As próximas gerações já nascerão livres de terminologias advindas da idade das trevas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário