Unboxing e primeiras impressões: monitor LG UltraGear 34GL750

Confira a análise preliminar deste monitor Ultrawide de 34” da LG que conta com a tecnologia AMD FreeSync, mas que também é certificado pela Nvidia para uso com o G-Sync.





Eis o bicho. A tela é levemente curva:


O painel traseiro:


O local para a instalação do braço, mas que também pode ser usado para a aplicação de um adaptador de parede VESA.


As conexões: uma DisplayPort 1.4, duas HDMI 2.0, saída de áudio analógico e a conexão para o adaptador elétrico.


Retirar esses plásticos protetores é algo orgástico para um nerd... 😛


O braço de sustentação do monitor é facilmente instalado, basta apenas encaixá-lo no local mostrado acima. Muito simples.



Da mesma forma, os pés são instalados de forma simples apertando apenas um parafuso:


As características técnicas do LG 34GL750 são as seguintes:
  • Tela de 34” Ultrawide levemente curva com painel IPS e suporte ao HDR;
  • Resolução de 2560 X 1080 (21:9) e 144 Hz;
  • Tempo de resposta de 1 ms, brilho de 300 cd/m2 e contraste de 1000:1;
  • Ajustes de inclinação e altura;
  • Suporte ao AMD FreeSync e compatível com o G-Sync (certificado pela Nvidia);
  • Dimensões de 819 mm de largura, 364 mm de altura e 87 mm de profundidade;
  • Peso de 6,1 Kg;
  • Consumo elétrico típico de 30 W.


Felizmente a LG despacha junto com o monitor um cabo DisplayPort:


Primeiras impressões

De fato o monitor é bastante esguio, com bordas bem finas e pouca espessura, mas por ser no formato Ultrawide ele é bastante largo e ocupa um bom espaço na mesa. Por outro lado, este formato de tela privilegia o aproveitamento do espaço no desktop e permite que mais janelas possam ser visualizadas simultaneamente, podendo até mesmo eliminar a necessidade de usar dois monitores em muitas aplicações.

Mas o grande destaque desse LG são mesmo os jogos: o formato Ultrawide permite ampliar o campo de visão em jogos como os de esportes e de tiro em primeira pessoa, apenas para citar dois exemplos. Somando os 144 Hz, o G-Sync/FreeSync e a qualidade de imagem do painel IPS o resultado fica excelente! E olha que tirei as fotos da tela com o meu Zenfone 5, o que gera uma certa perda de qualidade.


O campo de visão é espetacular:



Apenas as cutscenes dos jogos que não ocupam a tela toda, mas isto é algo esperado em telas desta proporção (21:9).


Aproveito para deixar um pequeno spoiler do final da campanha do Call Of Duty WWII, um ótimo jogo! 😁


Suporte ao G-Sync

De fato, o monitor é totalmente compatível com o G-Sync, tanto no Windows quanto no Linux. Muito bom!



Conclusão

Aos que não estão por dentro, eu usava até então um Dell S2716DG que apresentou problemas, me fazendo assim buscar um substituto à altura.

O problema é que eu estava mal-acostumado com os 144 Hz e o G-Sync (depois que você conhece nunca mais quer ficar sem!), então a seleção do substituto ficou bastante restrita, ainda mais no mercado brasileiro. Este LG foi o que melhor atendeu às premissas, com a vantagem da qualidade superior do painel IPS (o Dell é TN), do maior tamanho da tela e do suporte tanto ao G-Sync quanto ao FreeSync. Vai que algum dia eu passe a usar uma GPU AMD, nunca se sabe... 😎 

A única desvantagem está na resolução ligeiramente menor (o Dell é 2560 X 1440), mas a diferença é insignificante em termos práticos.

Enfim, embora esteja longe de ser barato, este LG é uma boa opção pela sua versatilidade e qualidade de imagem.

PS: não desisti do Dell ainda. Quando as coisas voltarem ao normal pretendo levá-lo em alguma assistência para fazer um orçamento sem compromisso, dependendo do valor vale muito a pena repará-lo. Ela ficaria ótimo na minha bancada secundária.

Comentários

  1. E uma pena de ele não usar mais vga apesar de muitos encher a boca e falar que está obsoleto....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje em dia os monitores nem com DVI estão vindo mais...

      Excluir

Postar um comentário