Unboxing: gabinete Sharkoon Shark Zone C10

Veja os detalhes deste diminuto gabinete no formato Mini ITX, para a montagem de PCs compactos. É um pequeno gigante!


Tirando o bichinho da caixa:


O frontal do Shark Zone C10 é muito bem-acabado, e ainda há uma baia externa para dispositivos de 5,25” tais como unidades ópticas, o que é algo incomum em um gabinete tão compacto. Esta baia pode ser convertida em uma de 3,5” com o uso de um adaptador que acompanha o produto.


O gabinete mede 370 mm de comprimento, 225 mm de altura e apenas 180 mm de altura.


No painel lateral esquerdo há duas portas USB 3.0 e os tradicionais conectores P2 para microfone e fones de ouvido:


O painel traseiro traz suporte para dois slots de expansão, além de um espaço para a instalação de dispositivos de 2,5” como SSDs SATA:


Internamente o Shark Zone C10 suporta placas de vídeo de até 315 mm de comprimento e coolers com até 150 mm de altura. Abaixo da baia externa de 5,25” há outra para dispositivos de 3,5”, ou de 2,5” usando um adaptador que não acompanha o gabinete. Logicamente que são suportadas apenas placas-mãe Mini ITX.


A fonte de alimentação é instalada através do painel frontal, removendo-se o acabamento que é fixado por presilhas (na ocasião da montagem do C10 mostrarei mais detalhes). São suportadas fontes ATX e SFX de até 145 mm de comprimento.


Na tampa superior vem instalada de fábrica uma ventoinha de 120 mm, mas que pode ser retirada para a instalação de um watercooler de até 240 mm de comprimento.


Os acessórios incluem um pequeno manual de instruções, parafusos, um buzzer, presilhas do tipo “enforca gato”, o adaptador de 3,5” para a baia de 5,25” e finalmente um aviso de porta aos mais geeks.


Inegavelmente o Shark Zone C10 é um gabinete muito bem projetado, pois não é sempre que vemos modelos Mini ITX capazes de acomodar placas de vídeo discretas, fontes de alimentação ATX e com espaço para três unidades de armazenamento, além de uma baia de 5,25” com acesso externo. Até mesmo um watercooler ele suporta!

Custando na faixa de 200 mitos no varejo brasileiro, é uma ótima opção para a montagem de PCs realmente compactos.

Comentários