O coronavírus e o preço do hardware

Se já não bastasse a cotação do dólar estar na estratosfera, a grave epidemia do coronavírus levou ao fechamento de várias fábricas na China. Apertem os cintos, pois o preço do hardware deverá subir ainda mais!


Mas Michael, qual seria o motivo da alta dos preços do hardware? É simples: trata-se da velha relação entre a oferta e a procura. Com o fechamento das fábricas na China, a oferta de componentes será reduzida e consequentemente os preços tendem a aumentar, pois a procura continuará estável. E mesmo que muitas fábricas chinesas não produzam os produtos finais, elas fornecem os insumos necessários que outros fabricantes ao redor do mundo necessitam.

Lembram-se de quando as fábricas da WD e da Seagate na Tailândia sofreram uma inundação, há alguns anos? O preço dos discos rígidos disparou, e ouso dizer que não voltaram ao patamar de antes. Mais recentemente tivemos a bolha da mineração, quando as placas de vídeo custavam pequenas fortunas.

Isto posto, a minha recomendação é: se você está com o dinheiro disponível compre o hardware desejado agora, pois o preço tem grande chance de subir em um futuro próximo (sem falar que a cotação da moeda do tio Trump não deverá cair tão cedo). Claro que isto se aplica apenas para compras planejadas, não vale a pena estourar o limite do cartão de crédito e entrar no vermelho para comprar qualquer porcaria.

Fica a dica! 😉

Comentários

  1. A mesma regra da oferta e demanda se deu recentemente com a queda vertiginosa nos preço das memórias RAM e dos SSD's... Com a grande oferta e baixa demanda, o preço tende a cair também...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado.... as memórias DDR4 custavam uma fortuna em 2018.

      Excluir

Postar um comentário