E a Internet brasileira fica cada vez mais burra

Um dos mais antigos e grandes sites de tecnologia brasileiros, o Baboo, sairá do ar amanhã. Pouco a pouco os últimos bons produtores de conteúdo de tecnologia em língua portuguesa vão pendurando o teclado ou migrando de foco. E assim, a Internet brasileira vai emburrecendo cada vez mais.


Em que pese o seu estilo polêmico e até certo ponto confrontador (lembro-me de uma treta histórica que ele teve com o Morimoto, na eterna disputa Windows X Linux), o Aurélio “Baboo” inegavelmente sempre foi uma grande referência na Internet brasileira sobre o ecossistema da Microsoft como o Windows, Windows Server, Office e demais tecnologias da empresa. Eu mesmo lembro-me de ter melhorado bastante a forma como eu instalava o Windows NT 4.0 após ler um tutorial dele, lá nos idos de 1999. Como o tempo passa!

Recentemente ele havia reformulado o site Baboo no novo Baboo Pro, mas pelo jeito não foi o suficiente para manter um nível de retorno que ele julgue satisfatório e assim o site sairá do ar amanhã, com o autor focando-se mais nos seus cursos on-line e presenciais. Que tenha sucesso nesta nova empreitada.

O Baboo é a última grande baixa dentre as publicações de tecnologia nacionais. Não há como não nos lembrarmos do mestre Carlos E. Morimoto, que editava o antigo Guia do Hardware (hoje Hardware.com.br) e também produzia a inesquecível distribuição Linux Kurumin, que apostava na facilidade de uso muitos anos antes do surgimento do Ubuntu e derivados. Um pioneiro! Há alguns anos Morimoto decidiu abandonar completamente a carreira de TI e deixou órfã toda uma geração de aficionados – o site até que continua no ar, mas sem as publicações do antigo mestre perdeu muito do seu brilho.

Um final melancólico foi o do Fórum PCs, que contava com colunistas de primeira como o Paulo Couto, Laércio Vasconcelos, Iberê Campos e o B. Piropo, o qual simplesmente saiu do ar levando consigo toda uma base de dados recheada de informações inestimáveis, tantos dos colunistas quanto dos demais participantes (eu era um deles). Nem um simples backup restou!

O último “monstro sagrado” dos autores brasileiros que continua na ativa é o grande Gabriel Torres do Clube do Hardware, apesar de já ter manifestado em mais de uma oportunidade de que não sabe até quando será viável manter o site no ar. Ele próprio se afastou da produção da maioria do conteúdo do site nos últimos anos, deixando a cargo do seu editor-chefe Rafael Coelho.

Que saudade da época em que a Internet brasileira era FODA e tinha incontáveis autores de altíssimo gabarito. Com a honrosa exceção do já citado Gabriel Torres, hoje só nos resta youtubers chatos metidos a estrelas (com raríssimas exceções) e zumbis do Facebook e de outras redes sociais. Uma lástima!

Como afirmo na minha página de apresentação, o meu intuito com o blog é preservar um pouco das memórias desta era de ouro da Internet brasileira. Porém guardadas as devidas proporções, até mesmo eu não sei até quando vou conseguir manter isso aqui, pois hoje é realmente complicado ver o grande público sendo cada vez mais atraído pelos caçadores de likes do YouTube e/ou preso na Matrix do Zuck. Remar sempre contra a maré é deveras cansativo, e assim não há como criticarmos a decisão de consagrados autores como o Baboo.

Comentários

  1. PQP!!!
    Que m@&@!!!
    É como se fosse, ver amigos morrendo. Desculpe o exagero.
    Lembro de como voce disse acima, a “época de ouro” que vivemos no final dos anos 90 e inicio de 2000.
    Fico triste em saber.
    Logo o clube do hardware também desaparece, e tudo fica na saudade.
    Esse sentimento vem, pois foi uma época de novas descobertas, e a empolgação em ver as tecnologias que apareciam cada vez mais rápido, a troca de ideias, as tentativas de instalações diversas, descobrindo as entranhas do windows, meu curso de web designer usando o bloco de notas em 2001, etc; foi realmente muito bom ter vivido tudo isso.

    ResponderExcluir
  2. Sobre o Baboo, como linuxista, não era membro do fórum e não tenho muito a comentar, a não ser que Baboo foi pelo menos honesto ao deixar claro que seu site era dedicado exclusivamente ao Windows. Ponto final.
    .
    Já sobre o Clube do Hardware, abandonei faz algum tempo. Vou apenas dizer por que abandonei:
    .
    1) O fórum de Eletrônica recebia constantemente tópicos desconexos, como problemas como chuveiros, chapinhas de cabelo e ventiladores que não ligavam. Sugeri a moderação que fosse criada um fórum de Eletrotécnica abordando esses assuntos. Minha proposta foi rejeitada, com o argumento de que já havia um fórum sobre fontes e energia (?!!)....

    2) Em uma segunda dcepção, o subforum sobre microcontroladores (Engenharia Eletrônica) foi movido para o fórum de programação (TI), sem qualquer conexão ou explicação.

    3) A pior decepção, e consequente revolta, foi com um moderador, viciado em cadeados por qualquer motivo ou, na falta deles, nenhum. Em um (bom) tópico, derivamos para uma discussão sobre algumas técnicas antigas para se diminuir ruídos em fontes lineares, e a partir daí o tópico foi sumariamente trancado, de maneira grosseira.

    Não vou dizer o que GT tem a fazer ou deixar de fazer, afinal o CDH é dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz um tempinho que não participo do fórum do CDH, então estou por fora.

      Mas o site em si eu acompanho desde quando o Gabriel Torres publicou ele em 1996, rapaz, eu ficava contando os dias para cada novo teste (eu acessava da faculdade, pois não tinha internet em casa), nessa época era realmente difícil achar bons textos sobre hardware em português. Assim, quando o GT resolver encerrar os trabalhos ficarei bem triste.

      Excluir
  3. Já eu considero o início da "época de ouro" o início dos anos 1990, quando acabou a odiada reserva de mercado. É a partir daí que foi possível os sonhos se realizarem...

    ResponderExcluir
  4. Meu primeiro fórum, meu primeiro contato com comunidades relacionadas à informática. Participei do fórum do Baboo entre 2003 a 2008. Aprendi muito e também pude ajudar outro tanto. Enfim, mais um que entrou no limbo da informática. O que eu fico chateado é que ele e o Paulo Couto simplesmente deram "SHIFT+DEL" nos seus sites, sendo que o Baboo já o tinha feito com o fórum clássico. Olha o quanto de informação foi para o saco. É deprimente. Só nos restou os guerreiros CdH e GdH. Mas até quando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. O GDH depois da saída do Morimoto não é mais o mesmo, e o Gabriel Torres meio que se afastou da maioria das funções do CDH, muito embora o Rafael Coelho esteja fazendo um bom trabalho. Realmente não sabemos até quando, pois o GT já comentou algumas vezes que anda bem desanimado.

      O primeiro fórum em que eu participei foi o do GDH lá nos idos de 2001, e foi uma honra ter trocado algumas ideias com o Morimoto lá. :-)

      Excluir
  5. Aprendi e resolvi muitas coisas através do Baboo :(
    É tão triste ver que fóruns e personalidades da TI brasileira estão cada vez mais desanimados com o atual cenário que se montou na internet brasileira. Vida longa a você, Michael, e ao Gabriel Torres.

    ResponderExcluir

Postar um comentário