Projeto HTPC Discreto (Parte 2– A montagem)

Na segunda postagem sobre o meu novo HTPC, mostrarei como foi a sua montagem com a riqueza de detalhes habitual. Confira!


Juntando os cacarecos

Como vimos na postagem de apresentação de componentes, o gabinete 3RSystem HT-3000 é voltado especificamente para HTPCs e assim possui algumas particularidades.

Para a montagem da fonte e da unidade óptica é necessário remover o painel frontal, o que é feito sem grande dificuldade:


Talvez os mais atentos tenham notado um pequeno detalhe: eu montei a fonte Corsair VS600 na posição invertida. Mas isso foi necessário para que a saída dos cabos da fonte não atrapalhasse a instalação da placa de vídeo:


Para a montagem da unidade óptica devem ser parafusados dois trilhos nas suas laterais:


E então deslizar a unidade para dentro da baia de dispositivo:


Aqui vemos a placa-mãe instalada no gabinete, assim como as já citadas fonte de alimentação e unidade óptica. Até mesmo por ser um modelo compacto, o HT-3000 não tem uma boa organização de cabos. Este é o único ponto negativo deste gabinete.


No detalhe, o processador Ryzen 5 1400:


Com a pasta térmica aplicada. O SSD WD Green também já está instalado:


Quem viu a postagem do unboxing do Ryzen 5 1400 deve ter observado que o cooler Wraith Stealth estava bem sujo, por se tratar de um produto usado. Agora ele está limpinho! 😎



Com o cooler e os módulos de memória Crucial Ballistix instalados:


Adicionada a placa de vídeo AMD Radeon R9 270X:


No detalhe, a placa de vídeo e o SSD:


Em funcionamento!


Deu vídeo de primeira! 😀


Reconhecem o monitor? É o velho de guerra LG Ultrawide que avaliei nos primórdios do blog, o qual após anos servindo como TV está de volta ao laboratório. Logicamente que no uso normal o HTPC será ligado à TV Sony Bravia W655D.

Configurando

Este é o Setup da placa-mãe Asus Prime A320M-K. Como busco um PC que seja o mais silencioso e frio possível, todas as opções de economia de energia estão ativadas.


Também não há motivo para mexer em frequências e tensões.


Configurada para o modo Silent, a ventoinha do cooler do processador fica quase inaudível, o que não ocorria com o cooler do FX 6300 da versão anterior do HTPC. Vale lembrar que as ventoinhas do gabinete possuem um controlador próprio.


O software iMon do gabinete HT-3000 possui algumas funções muito interessantes, que permitem operacionalizar muita coisa pelo controle remoto, dispensando quase que totalmente o mouse e teclado.


Com o iMon instalado são exibidas algumas informações no visor do gabinete, como a data/hora, a temperatura e a carga do processador.

Os botões ao lado permitem controlar a rotação das ventoinhas, que podem ser até desligadas. Na rotação mínima ela também ficam praticamente inaudíveis.


O controle remoto lembra muito o de uma TV, com um detalhe interessante: caso a fonte esteja energizada (em standby), o botão Power liga o PC. 😎


Por fim, o HTPC Discreto não escapará da maratona de benchs. Até a próxima parte!

Comentários