Core i7 9700K: outro Intel com péssimo custo x benefício

O 9700K é o topo de linha da série Core i7 de nona geração, porém faz feio em termos de custo x benefício frente ao Ryzen.


Como sempre costumo fazer, paguei emprestado os resultados da análise do Core i7 9700K feito pelo Clube do Hardware, do mestre Gabriel Torres. Na análise eles compararam o 9700K com alguns outros processadores, dentre eles o Ryzen 7 2700X, em benchmarks sintéticos, softwares de produtividade e jogos.

Pois bem, fiz uma média da diferença de desempenho entre o 9700K e o 2700X, cujo resultado foi de 9,5% em favor do Core i7. Porém a diferença de preço entre os dois nos EUA é de 27,5% (US$ 400 do Intel contra US$ 290 do AMD), ou seja: você paga um valor 27,5% superior para ter apenas 9,5% a mais de performance. E o 9700K não vem com cooler, o que seria um custo extra aos que não tem um.

Mas não é apenas isto: a vantagem do 9700K foi construída nos jogos, cenário onde a sua maior frequência de operação faz a diferença, uma vez que os jogos simplesmente não são capazes de usar um número muito grande de threads. Vale destacar que o CDH testou os jogos em 1080p, se os ensaios fossem em 1440p ou em 4K a interferência do processador seria bem menor, o que diminuiria ainda mais a vantagem do 9700K.


Aliás, se excluirmos os resultados dos jogos e mantermos apenas os benchs sintéticos e as aplicações de produtividade na conta, não há diferença de desempenho entre os dois (o Ryzen vence por 0,5%).

Sem falar que os Ryzen 3000 estão prestes a serem lançados. Tremei Intel!

Comentários