RetroUnboxing: placa-mãe Asus M4A89GTD PRO/USB3

Confira a apresentação desta placa-mãe AM3 topo de linha da Asus baseada no chipset AMD 890GX.



Eis a embalagem da Asus M4A89GTD PRO/USB3:



A placa conta com as seguintes características técnicas:
  • Soquete AM3;
  • Chip ponte norte AMD 890GX e ponte sul AMD SB850;
  • Chip gráfico Radeon HD 4290 integrado no chip ponte norte, com 128 MB GDDR3-1333 de memória de vídeo dedicada;
  • Quatro slots de memória para módulos até DDR3-1866, suportando no máximo 16 GB em dois canais;
  • Dois slots PCIE 2.0 x16 (que funcionarão no modo x8/x8 caso duas placas de vídeo sejam instaladas);
  • Um slot PCIE 2.0 x4;
  • Um slot PCIE 2.0 x1;
  • Dois slots PCI de legado;
  • Seis portas SATA-600 controladas pelo chip ponte sul AMD SB850;
  • Uma porta e-SATA-300 e uma porta PATA/IDE-133 controladas por um chip JMicron JMB361;
  • Duas portas USB 3.0 controladas por um chip NEC μPD720200;
  • Doze portas USB 2.0 controladas pelo chip ponte sul;
  • Uma porta FireWire (IEEE 1394) controlada por um chip Via VT6308P;
  • Uma porta Gigabit Ethernet controlada por um chip Realtek 8111E;
  • Codec de áudio Realtek ALC892;
  • Circuito regulador de tensão de 10 fases, sendo oito para o processador e duas para o controlador de memória;
  • Suporte a processadores com TDP de até 140 W.


Detalhe dos slots da Asus M4A89GTD PRO/USB3, a qual suporta os modos CrossfireX e Hybrid Crossfire, que permite combinar o chip gráfico presente no AMD 890GX com uma placa de vídeo dedicada (até uma Radeon HD 5450).

Na borda da placa, da esquerda para a direita, temos o conector de áudio frontal, FireWire, quatro USB 2.0, quatro SATA e os conectores para o painel dianteiro.


Aqui vemos o soquete AM3, os soquetes de memória e os dissipadores de calor do chip ponte norte e do circuito regulador de tensão. Oficialmente há suporte para os processadores Phenom II, Athlon II e Sempron (AM3), sendo que um BIOS beta oferece suporte aos primeiros FX baseados na arquitetura Bulldozer (das séries 4100, 6100 e 8100). No site da Asus não há informações sobre a compatibilidade com os FX Piledriver (séries 4300, 6300 e 8300).

Ao lado do ATX de 24 pinos temos um conector para porta serial e as chaves Turbo (para fazer um overclock automático), Core Unlocker (rezava a lenda que alguns processadores dessa época vinham com núcleos funcionais desativados) e o botão MemOK!, que faz um teste rápido de compatibilidade com os módulos de memória instalados.


Logo ao lado do dissipador de calor do AMD 890GX há um chip de memória Hynix GDDR3-1333 de 128 MB soldado diretamente na placa, para uso do vídeo onboard. Além desta quantidade, também é possível combinar mais 512 MB da memória principal.


Os conectores do painel traseiro, da esquerda para a direita:
  • Porta PS/2 para teclado e duas portas USB 2.0;
  • Saída de áudio digital SPDIF e uma porta HDMI;
  • Conector DB15 (VGA) e DVI-D;
  • Duas portas USB 2.0, porta FireWire e porta eSATA-300;
  • Conector Gigabit Ethernet e duas portas USB 3.0;
  • Seis conectores de áudio analógico.

Notem que não há um conector PS/2 para mouse, sendo necessário usar um mouse USB em conjunto com esta placa.


Abaixo vemos duas portas SATA-600 e a clássica porta PATA/IDE-133, rotacionadas a 90º e assim não atrapalham a instalação de placas de vídeo maiores. A presença da porta IDE é muito bem-vinda e assim usarei esse PC para acessar e preparar discos rígidos antigos neste padrão.


Estes são os acessórios que acompanham a placa, com destaque para os cabos e conectores eSATA. Estão faltando os cabos SATA e PATA/IDE (é uma placa usada), mas de qualquer modo o kit está razoavelmente completo.


Chama a atenção este módulo terminador PCIE, que deve ser instalado no primeiro slot PCIE x16 (cinza) caso o vídeo onboard esteja sendo usado.


Concluindo, a Asus M4A89GTD PRO/USB3 é uma placa topo de linha para o soquete AM3. Muito em breve ela estará em um projeto bem bacana. Aguardem! 😎

Comentários

  1. Eu namorei por muito tempo essas placas pra AMD com vídeo on-board, porque durango como era seria a forma mais barata de ter um sistema com uma placa de vídeo, ainda mais porque ela tinha memória própria pra dar mais desempenho. Nunca pude realizar esse sonho, mas fico feliz que você tenha conseguido uma e quero muito ver o que será feito com essa belezinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, será feito um projeto bem bacana! Vou ver se consigo também arrumar uma Radeon HD 5450 para testar o Hybrid Crossfire.

      Excluir

Postar um comentário