Jogos eletrônicos desenvolvem o raciocínio moral

Estudo da Universidade de Bournemouth traz uma conclusão surpreendente: jovens adeptos de jogos eletrônicos desenvolvem mais o raciocínio moral, que permite o discernimento entre o certo e o errado, além de incentivar o trabalho em equipe.


O ensaio foi realizado com 166 adolescentes entre 11 a 18 anos de idade, que tiveram os seus hábitos e reações avaliados pelos pesquisadores. Ainda conforme a pesquisa, as franquias que menos desenvolvem o raciocínio moral são a Call Of Duty e a GTA - a última até era de se esperar, visto que é uma das franquias mais politicamente incorretas de todos tempos.

Aos xaropes neuróticos que acreditam que os jogos somente seriam capazes de criar lunáticos, como aquele imbecil que atirou dentro da sala de cinema, este estudo é mais um grande contraditório. Sem falar de outros ensaios, os quais apontam que os jogos também melhoram o raciocínio lógico, os reflexos e a coordenação motora. Durmam com essa. 😈

Fonte: Fudzilla.

Comentários

  1. Respostas
    1. Eu idem. O GTA que eu mais gostei até hoje foi o III, talvez pelo fator novidade que ele trouxe na época.

      Excluir

Postar um comentário