Unboxing e primeiras impressões: placa-mãe Biostar Racing B350 ET2

A Biostar Racing B350 ET2 é uma das placas-mãe AM4 mais baratas do mercado. Veja aqui as minhas impressões sobre este modelo.

Atualizado em 15/08/2018.


Eis a embalagem:



Os recursos principais da Biostar Racing B350 ET2 são os seguintes:

  • Soquete AM4 com suporte aos processadores Ryzen de primeira e segunda gerações com TDP máximo de 95 W, inclusive as APUs (os Ryzen “G”);
  • Chipset B350 com suporte a overclock;
  • Dois slots de memória DDR4 de até 2667 MHz (Ryzen de primeira geração) ou até 2993 MHz (segunda geração);
  • Um slot PCIE 3.0 x16;
  • Dois slots PCIE 3.0 x1;
  • Quatro portas SATA-600 com suporte ao RAID 0, 1 e 10;
  • Codec de áudio Realtek ALC887 com relação sinal/ruído de 90 dB para as entradas analógicas e de 97 dB para as saídas;
  • Interface Gigabit Ethernet controlado por um chip Realtek RTL8111H;
  • Seis portas USB 3.0 e seis USB 2.0;
  • Circuito regulador de tensão com sete fases;
  • Formato Micro-ATX.


No detalhe os slots de expansão e as portas SATA:


Os conectores do painel traseiro, da esquerda para a direita:

  • Portas PS/2 para teclado e mouse;
  • Porta DVI-D;
  • Duas portas USB (brancas) de 5 V para alimentação de periféricos (sem sinal de dados);
  • Quatro portas USB 3.0;
  • Conector Ethernet e duas portas USB 2.0;
  • Conectores de áudio analógico.


Este conector SATA alimenta as portas USB utilizadas apenas para a carga de periféricos:


Os acessórios que acompanham a placa são básicos. Como cada vez menos pessoas investem em unidades ópticas, fico me perguntando até quando os fabricantes incluirão DVDs com drivers desatualizados que ninguém usa.


O firmware UEFI da Biostar não tem o mesmo refinamento gráfico, ou firulas visuais se preferirem, visto nas placas-mãe Asus e ASRock que são as outras marcas de placas AM4 que já usei. Porém ele é bem completo em termos de opções, inclusive para overclock.



Um ponto positivo é que o meu exemplar já veio com o AGESA 1.0.0.2a, que é compatível com qualquer modelo de Ryzen já lançado.


Conclusão

Esta placa-mãe tem como grande vantagem o seu custo, que fica praticamente na mesma faixa de preço das placas equipadas com o chipset A320, que tem menos recursos e ao contrário do B350 não suporta overclock. Ela também é compatível com todos os processadores AM4 já lançados com TDP de até 95 W, assim sendo apenas o Ryzen 7 2700X não é oficialmente compatível dado o seu TDP de 105 W, mas de qualquer modo não faz sentido associar o processador topo de linha com uma placa-mãe básica como a B350 ET2.

Do mesmo modo que a vantagem, as desvantagens também são oriundas do seu baixo custo. Cito as três mais relevantes:

  • Apenas dois slots de memória: isto dificulta upgrades futuros de RAM, ainda mais considerando que o preço dos módulos DDR4 ainda está na estratosfera (na data da publicação desta postagem, 14/08/2018);
  • Apenas quatro portas SATA, sendo que o chipset B350 suporta seis;
  • A falta de uma saída de vídeo HDMI, o que pode dificultar a vida de quem for utilizar um Ryzen “G”.

Também vale destacar que não há como exigir de um produto desta faixa de preço recursos mais avançados, tais como portas M.2 PCIE NVMe ou um codec de áudio com maior relação sinal/ruído, por exemplo. 

Isto posto, a Biostar Racing B350 ET2 é uma opção muito válida aos que pretendem montar um PC Gamer sem gastar muito na placa-mãe. Se associada a um Ryzen de seis ou oito núcleos, também é uma boa pedida para um PC de produtividade e de geração de conteúdo.

Comentários

  1. Quando vejo o nome Biostar, sempre me vem a cabeça a minha antiga 8500TVX com um Pentium mmx 233 onde fiquei surpreso de rodar bem o Win XP.
    Ela também tinha algumas limitações, mas funcionava bem apesar de um defeito no multiplicador que nunca consegui resolver.
    Já é uma marca bem antiga, não sei se sua qualidade melhorou ou piorou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é uma marca antiga. Eles ficaram sumidos do mercado por algum tempo e voltaram agora com as placas AM4.

      Excluir
  2. Você chegou a tentar fazer overclock com essa placa? Se sim, Obteve resultados satisfatórios?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vinicius, você perguntou para mim ou para o Michael?😀

      Excluir
    2. Era pro Michael, sobre a ET2, mas pode mandar algum feedback também caso tenha tido alguma experiência com ela.

      Excluir
    3. Sim.

      https://www.michaelrigo.com/2018/09/reunindo-mitos-ryzen7-1700-geforce-gtx690-parte2.html

      Excluir
    4. Cheguei por acaso nesse site depois de quase 2 anos haha, a placa continua funcionando perfeitamente bem :)

      Excluir
  3. como faz overclock da cpu nessa placa ? se puder ensinar agradeço ~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem segredo, é só ir aumentando o "CPU Ratio" até onde o sistema ficar estável.

      Só não recomendo mexer com as tensões (principalmente a de alimentação do processador) se você não tiver prática com overclock e noção dos riscos envolvidos.

      Excluir
  4. qual seria esse dificuldade com processadores com "g" ?
    por que eu estou pensado em pegar essa placa com um ryzen 3 2200g, entao gostaria de saber se tem alguma incompatibilidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ela estiver com a BIOS atualizada (sempre pode haver estoque antigo na loja...) não tem problema algum com os Ryzen "G". O único porém na minha opinião é que ela não tem uma saída HDMI, mas no resto é uma plaquinha bastante honesta.

      Excluir
    2. Obrigado por responder sinceramente vc me ajudou muito...

      Excluir
    3. Vc acha que um adaptador dvi x hdmi resolve o problema ou acha que vai haver perda de qualidade?

      Excluir
    4. Vc acha que um adaptador dvi x hdmi resolve esse problema ou será que isso dará perda de qualidade? Acredito que não pelo fato de ambos serem digitais, mas queria saber o que vc pensa sobre isso.

      Excluir
  5. tem diferença dessa para a b350m normal?

    ResponderExcluir
  6. Minha bios é diferente da sua, você já utilizou a última versão? A minha tá na última versão B35BS720, o design é bem mais simples aqui na minha, ou será que é bug na minha BIOS? Por exemplo, não mostra a hora nem a legenda de navegação do lado direito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Atualmente a minha está com a versão B35BS723 (AGESA ComboAM4 PI 1.0.0.3AB). Segundo o site da Biostar é uma versão mais antiga do que a B35BS720 que traz o AGESA ComboAM4 PI 1.0.0.6.

      Provavelmente devem ter mudado o design do setup nesta nova versão.

      Excluir
  7. Blz Michael? Eu tenho essa b350et2 com um ryzen 1600 af. Sei que depende de varias variaveis, mas o 1600 af ele normalmente na maioria dos testes e topicos de forum que vi bate o seu clock boost 3600mhz normalmente, sem muito esforço, alguns entrando na casa do 3700mhz, com tensão baixa e temperatura baixa tbm. O meu sempre bate 3400mhz em jogos e 3150/3200 em tarefas mais pesadas, edição de video, testes de stress e etc. Você notou alguma comportamento similar nos seus testes com essa placa? Será que é alguma configuração na bios que está limitando meu processador? Na bios ele aparece 3200 1.440v, e no windows não fica muito fora dessa voltagem. Poderia me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não testei o 1600 AF com esta placa, mas aparentemente o processador está sendo limitado seja por temperatura ou por restrições no fornecimento elétrico.

      Qual cooler está usando? Está observando a temperatura? O cooler Wraith Stealth que acompanha o AF é bem limitado. Também achei a tensão bem elevada, mesmo no CPU-Z ela fica acima dos 1,4 V?

      Excluir
    2. Sim, mesmo no cpu-z, ela varia muito mas na maior parte a placa-mãe joga 1.4v, não sei se é alguma configuração que tenho que ativar, ou desativar, mas infelizmente é assim mesmo. Até o dia do primeiro comentário usava um wraith stealth que vinha junto do 1600 af, comprei um deepcool gammaxx 400 v2, depois de ver um review no canal do peperaio, chegou semana passada. Estou rodando testes aqui, consegui setar 3700mhz em 1.325v, temperatura não passando 66C(antes igual falei, ficava em volta de 3200mhz-3400mhz temperatura batendo 70C ou até mais). Estou usando ele agora a 3600mhz 1.25v, até então sem problemas, no maximo chegando a 65C, mas normalmente fica na casa dos 60C.(essas temperaturas é claro em teste de stress) Em jogos não ta passando de 50C.

      Excluir
    3. 3600 MHz em todos os cores a 1,25 V? É um resultado muito bom!

      Excluir
    4. Vlw, mas ainda sim eu ter que setar isso e não ser automatico como na maioria dos casos é algo a se olhar, comprei uma placa mãe nova b450m s2h v2. Vou indo fazer mais testes se conseguir melhores resultados te falo, mas por enquanto vou tentar deixar dessa forma mesmo.

      Uma ultima pergunta, eu possuo 2x8gb hyperx fury 2400mhz, de chip nanya. Já chegou a fazer OC nelas? se sim teria alguma dica?

      Excluir
    5. Já tentei, inclusive em conjunto com a própria Biostar Racing B350. Não foram muito bem não:

      https://www.michaelrigo.com/2019/10/unboxing-primeiras-impressoes-modulos-kingston-hyperx-red.html
      https://www.michaelrigo.com/2019/11/projeto-pure-amd-parte3.html

      Vale lembrar que eu sou meio preguiçoso para fazer overclock em memória, pois não tenho lá muita paciência para ficar testando latências e também não forço muito na tensão de alimentação, prefiro não passar dos 1,26 V (para os módulos que usam a voltagem padrão de 1,2 V).

      Talvez com mais persistência você consiga um resultado melhor.

      Excluir

Postar um comentário

Mais lidas da semana

Salvando uma placa 286

Ficou feio

Avaliando o ReFS