É hoje o lançamento dos Zen+

Hoje é o dia de lançamento dos processadores AMD Zen+, que comercialmente serão a série Ryzen 2000. O que esperar destes processadores?



As novidades até agora confirmadas dos Zen+ são as seguintes:

  • Redução da litografia de 14 para 12 nm;
  • Aumento da frequência de operação em torno dos 300 MHz, em média;
  • Redução da latência de acesso aos caches L2 e L3, e à RAM;
  • Suporte oficial aos módulos DDR4-2933, contra 2666 dos Ryzen atuais;
  • Versões 2.0 das tecnologias Precision Boost e XFR;
  • Novos chipsets da série 400;
  • Aumento esperado no IPC de 3%, segundo a AMD.

Conforme as características, a arquitetura Zen+ representa pequenos aprimoramentos da Zen original, sendo que melhorias de maior vulto somente virão com a Zen 2 prevista para 2019. Alguns supostos testes do modelo Ryzen 7 2700X não mostraram muitos ganhos, mas sempre é bom esperar os reviews oficiais que pipocarão a partir de agora. Todos estavam esperando a data de hoje, receosos de darem um "furo" e entrarem na lista negra da AMD - quem recebe hardware para testar, definitivamente tem medo.

De um modo geral (pode ser que os benchmarks mostrem o contrário), quem ainda está na linha FX ou nos Ryzen de quatro núcleos teria ganhos se migrar para um Ryzen 2600/2700, já para os possuidores dos 1600/1700/1800 faz muito mais sentido esperar pelos Zen 2. Para os donos de Intel, cada caso é um caso.

Comentários

  1. Acho que podemos ter certeza que os Zen+ são livres do bug:

    https://www.michaelrigo.com/2018/03/sobre-falha-segmentacao-ryzen.html

    Certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segundo a AMD, todos os Ryzen fabricados depois da vigésima quinta semana de 2017 estão livres, então podemos supor que os Zen+ também estejam.

      Excluir

Postar um comentário