Rebuild #2: o meu PC dos sonhos em 1998 (Parte 3 – Benchmarks)

Chegou a hora do Pentium MMX e da Voodoo2 serem colocados à prova. Confira!


Antes de prosseguir, recomendo que você abra a página de resultados dos benchmarks em outra janela. Assim fica mais fácil fazer as comparações.

Também vale a pena conferir a primeira parte (onde eu apresento os componentes) e a segunda parte (a configuração) desta série. 😉

Norton System Info 6.01

Este é o sumário do sistema conforme o NSI. Gostei da data do BIOS (do início do século passado, em um perfeito exemplo do bug do milênio) e do 486 de 225 MHz. 😆


No índice de CPU o MMX esmagou a concorrência.


Infelizmente o Norton não conseguiu detectar o disco rígido Quantum Fireball EX deste PC, assim não foi possível calcular o índice de disco e o do sistema em geral.


3DBench 1.0

Neste software o MMX em conjunto com a placa de vídeo S3 ViRGE obteve apenas 42 FPS, ficando bem abaixo do 80486 DX4 de 100 MHz, o que não faz nenhum sentido. Com certeza é algum bug do software.


3DBench 1.0c

Aqui a verdade foi restabelecida.


Chris´s 3D

E aqui também.


PC-Config 8.20

O sumário do sistema:


E os resultados:


SpeedSYS 4.78

Dentro do esperado.


Doom (Demo 2)

Este resultado representa cerca de 104 FPS. Wow!


Doom II (Demo 2)

Aqui passou dos 120 FPS. Excelente!


Super PI 1M

O cálculo foi concluído em quase 12 minutos. Para efeito de comparação, os processadores 486 não o fazem em menos de uma hora. 😱


A epopeia do DirectX

Para rodar os softwares 3DMark instalei o DirectX 8, que é a última versão suportada pelo Windows 95. O seu funcionamento requer o componente DCOM:


Que por sua vez requer o MFC 4.2... 😬


3DMark 99 Max

Depois da atualização do DirectX finalmente foi possível executar o 3DMark 99:




Como curiosidade, tentei executar o 3DMark na S3 ViRGE: há várias falhas de texturização e performance extremamente pobre. Realmente esse chip da S3 é péssimo em 3D.


A mesma cena renderizada pela Voodoo2:


3DMark 2000

Eis o resultado:


A S3 ViRGE deu outro vexame:


Confira no vídeo o desempenho da Voodoo2 nas duas versões do 3DMark:


WinQuake (Demo 2)

Na sua resolução padrão de 320 X 240 em conjunto com a S3:


GLQuake (Demo 2)

Em OpenGL a 640 X 480, logicamente com a Voodoo2:


Até a próxima parte!

-------------------

Nas primeiras três semanas de janeiro estarei de gozo de merecidas férias e assim o blog também entrará em recesso. Estou com algumas ideias na cabeça para o ano que vem (talvez uma repaginada geral no blog em termos de conteúdo, porém sem abandonar as raízes) que aproveitarei para amadurecer durante as férias.

Assim desejo um feliz 2018 aos amigos leitores e até a volta! 😉

Comentários

  1. Ótimas férias, Michael, e que as ideias fervilhem e deixem o blog mais tunado e rebaixado ainda :D Sobre os 3DMark, é falta de tutano do processador, já velhinho pra 99, da placa de vídeo ou dos dois? Aposto mais no processador, mas só testando com um K6 pra tirar a dúvida.
    Aquele abraço e ótima virada de ano!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que seja dos dois, visto que a Voodoo2 é de 1998 e nesta época a diferença de desempenho entre cada geração era brutal. O mesmo vale para o MMX, uma vez que em 1999 já tínhamos os Pentium III.

      Excluir

Postar um comentário