Um ensaio sobre o funcionamento do Windows 7 (e do 8.1) no Ryzen

Sim, é perfeitamente possível executar o Windows 7 no seu PC baseado no processador AMD Ryzen. Veja aqui como.



De um modo geral o Windows 10 é um bom sistema operacional (apesar de um bug ou outro), mas se tem uma coisa que eu detesto nele desde a sua primeira compilação é o Windows Update intrometido, tanto que até cheguei a pensar a voltar ao Windows 7 no meu PC de produção.

O problema é que a Microsoft unilateralmente decidiu que o veterano sistema operacional não deverá ser executado em conjunto com os processadores AMD Ryzen e Intel Kaby Lake ou posteriores, em uma clara forçada de barra para aumentar a participação de mercado do Windows 10. O cliente do Windows Update simplesmente para de funcionar:



Antes de prosseguirmos, um parêntese: os testes foram feitos em uma máquina virtual, visto que é complicado fazer experiências no meu PC de produção. O VirtualBox permite que a máquina virtual acesse o processador diretamente, o que tornou possível o ensaio.


Felizmente um membro do GitHub chamado Zeffy desenvolveu um software que remove a trava do Windows Update. Este software altera o arquivo wuaueng.dll e desabilita duas funções do mesmo, cujos nomes são autoexplicativos: a IsCPUSupported() e a IsDeviceServiceable().

A instalação é simples: basta baixar o utilitário conforme a arquitetura do Windows e o executar:


O software funciona muito bem: após a instalação o Windows Update voltou a funcionar normalmente em conjunto com o Ryzen:



Porém pode acontecer de alguma futura atualização do Windows (seja de forma intencional ou não) restaurar o arquivo wuaueng.dll para o estado original, neste caso o software deve ser reaplicado.

Instalação

A ASRock (que é a fabricante da minha placa-mãe) fez um microsite que explica o procedimento. O maior problema é que o instalador do Windows 7 não tem drivers para o controlador USB dessas novas plataformas. Assim quem utiliza um pendrive como mídia de instalação, como aqueles criados com a ajuda do software Rufus, terá problemas. Neste caso a ASRock criou um pequeno utilitário que insere o driver USB nos arquivos de instalação, chamado de Win 7 USB Patcher.

Muito provavelmente este utilitário funcionará em placas de outros fabricantes, já que os chipsets são os mesmos. Outra opção é fazer a instalação a partir de uma mídia óptica.


Comentários