O Project Scorpio tem nome: Xbox One X

Versão bombada do Xbox One, que até então era conhecida como Project Scorpio, será lançada no dia 7 de novembro por US$ 499.



Como vêm sido amplamente divulgado pela Microsoft, este console promete ser o primeiro capaz de rodar jogos em 4K nativo (sem ser via upscaling) a 60 quadros por segundo. De fato, as especificações do aparelho são muito boas: sua GPU ostenta 6 TFLOPS de capacidade computacional (número equivalente ao de uma GeForce GTX 1070) e a CPU AMD Jaguar teve a frequência aumentada para 2,3 GHz, contra 1,75 GHz do Xbox One tradicional. Chama a atenção também o tamanho diminuto do novo console, que conta com um sistema de refrigeração líquido: é mais compacto do que um Xbox One S apesar do hardware ser bem melhor. 

Enfim, se o Xbox One X cumprir a promessa e entregar jogos em 4K @ 60 FPS sem dúvida será uma boa opção aos que já entraram na modinha dos 4K, visto que com 499 trumps não é possível montar um PC do zero que rode jogos nesta resolução com uma performance aceitável, mesmo nos EUA.


Retrocompatibilidade com o Xbox original

A Microsoft também anunciou durante a E3 que alguns títulos do Xbox original, aquele lançado em 2001, funcionarão na família Xbox One com gráficos melhorados. Interessante! Como o primeiro Xbox conta com uma CPU Pentium III de 733 MHz e uma GPU Nvidia, imagino que criar uma camada de compatibilidade para títulos do mesmo (por ser x86) deve ser bem mais simples do que fazê-la para jogos do Xbox 360, que é PowerPC.

Comentários

  1. Tá me lembrando 1996, data do lançamento do poderoso Nintendo 64... 64-bits, 93,75mhz, 4mb, cores mais vivas, motion-blur, loading rápidos... Só mais um videogame obsoleto em 1 ou 2 anos... Sorte minha que coleciono! :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário