Intel: não façam overclock!

Esta é a simplista recomendação da Intel, após muitas reclamações de que os Core i7 7700K estavam esquentando demais em overclock.



Qual é o motivo de comprar um processador Intel modelo "K" se não for para fazer overclock, isto é, colocá-lo para rodar em uma frequência superior à nominal? Tais modelos tem como grande diferencial o fato de contarem com o multiplicador de frequência desbloqueado, o que facilita enormemente o procedimento - a Intel, é claro, cobra a mais por tal privilégio, sem falar que você também deve ter uma placa mãe com chipset da série "Z", também mais caras.

Pois bem, no fórum oficial da Intel há muitas reclamações de que os processadores Core i7 7700K estariam aquecendo muito em overclock. Um relato aponta que o processador chega a atingir 93 ºC (sendo que a temperatura máxima admissível no processador é de 100 ºC, segundo a Intel) rodando a 4,9 GHz, apenas 700 MHz acima da frequência padrão do processador que é de 4,2 GHz.

A resposta de um funcionário da Intel, além de demorada, mostra uma arrogância extrema (print para a posteridade, ou para caso a postagem seja excluída):


Basicamente o funcionário da Intel diz que não foram encontrados problemas durante os testes e que não recomenda operar o processador fora das especificações nominais. Ponto. E isto para um produto que a empresa dele vende a um preço maior, justamente pela suposta capacidade de operar além das especificações! 😠

É simplesmente ridículo isto. O meu Core i7 3770K, lançado em 2012, opera tranquilamente a 4,5 GHz, ou 1 Ghz acima da frequência nominal sem problemas com a temperatura. Forçando mais um pouco é possível chegar a 4,7 GHz, neste caso é recomendável um sistema de refrigeração líquido. Aliás, o único processador que já tive e que rodou sempre na frequência padrão foi o 80486 DX4 100 MHz, desde o Pentium MMX todos rodaram em overclock.

Enquanto a AMD até incentiva a prática, a Intel condena.

PS: aproveitando o ensejo, informo que estou namorando firmemente um AMD Ryzen 7 1700 (que com certeza rodará em overclock) com uma placa mãe X370. Muito em breve poderemos ter novidades, ou não: a compra ainda depende de análise aprofundada da planilha de orçamento pessoal. 😢

Veja também:

Comentários

  1. Isso é tão ultrajante que chega a ser nauseante. Eles tão obrando e andando pros consumidores, simples assim. É um disparate, não há, não há! Quem dera a AMD não tivesse pisado fora da faixa com os FX. Imagine como seria o desempenho de um Phenom III de oito núcleos com litografia de 32 nm! Melhor que os FX com certeza seria... ou não? Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seriam melhores do que os FX sim, visto que o IPC dos Phenom II é bem maior do que os FX. A arquitetura Bulldozer quase acabou com a AMD.

      Excluir

Postar um comentário