Windows 10 ARM

Antes de qualquer coisa, esqueça a porcaria do Windows RT. A Microsoft anunciou que o Windows 10 terá uma compilação para chips com arquitetura ARM, inicialmente com suporte oficial apenas para os Snapdragon da Qualcomm. O que diferencia esta investida do malfadado Windows RT é o suporte a softwares x86 através de uma camada de abstração chamada de Cobalt, em desenvolvimento desde 2013, que permitirá rodar aplicações desktop tradicionais em chips ARM – eis a chave que faltava para que a invasão dos ARM no mercado dos PCs seja possível. 

A Microsoft promete que PCs baseados nos chips SoC Snapdragon com Windows 10 estarão disponíveis já no segundo semestre do ano que vem.



E o que isto significa, do ponto de vista dos aficionados por PCs? Significa que a Intel terá que ficar esperta e parar de lançar gerações de processadores a esmo. A Qualcomm tem condições (e recursos) para dar um baita calor na Intel, algo que a AMD não faz há pelo menos dez anos – mais precisamente desde o lançamento dos Core 2.

Enfim, viva a concorrência!

Comentários

  1. Por isso ela estava quieta com relação ao Windows 10, com isso ela faz o celular virar PC e inova de vez trazendo o prometido Surface Phone. As possibilidades são gigantescas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O leque de possibilidades é enorme mesmo. Até mesmo o Windows 10 Mobile pode ganhar um gás com isto.

      Excluir

Postar um comentário