O melhor telefone de todos os tempos

(Quando o presente volta-se ao passado). Na semana passada a LG anunciou o V20, que provavelmente será o primeiro aparelho do mundo a sair de fábrica com o Android 7. As suas especificações são as seguintes:

  • CPU Snapdragon 820;
  • GPU Adreno 530;
  • 4 GB de RAM;
  • Tela de 5,7” QHD (2560 X 1440);
  • Armazenamento interno de 32 ou 64 GB com suporte a cartões MicroSD de até 2 TB;
  • Câmeras traseiras de 8 e 16 MP, câmera frontal de 5 MP;
  • Bateria de 3.200 mAh.


A LG não poderia ter sido mais feliz na escolha do nome


Mas por que é o melhor aparelho de todos os tempos? Esqueçam as especificações, pois estou demasiadamente longe de ser um entusiasta por smartphones - para mim, fazendo/recebendo chamadas e acessando a Internet com uma tela que permita uma leitura minimamente confortável está valendo. O que torna este telefone tão especial é o nome V20, o qual imediatamente remeteu-me ao processador NEC V20, que foi o principal concorrente do Intel 8088 (na verdade ele tem um conjunto de instruções maior do que o 8088, além de ser um pouco mais rápido).




Felizmente já avaliei aqui um PC equipado com o NEC V20, na série Restaurando uma relíquia da Reserva de Mercado. Falando nos XTs, informo que o projeto de montagem de um novo XT está a todo vapor, inclusive com boas novas sobre o funcionamento do disco rígido Seagate ST-238R.

Qualquer hora dessas sai! ;-)

Comentários

  1. Zilog, NEC, Harris, AMD, IDT, Winchip, Cyrix, VIA, Transmeta... eu sinto até um arrepio quando lembro dessa época, em que o mercado efervescia de empresas de processadores. Em Frederico Westphalen, norte do RS, acho que era 1994, tinha uma loja de informática com uma propaganda enorme da Winchip na vitrine, foi a primeira vez que via uma loja dessas na vida, e era uma loja muito bonita, com muitas caixas e produtos na vitrine. Tinha uns joypads que eu ficava babando. Depois, em 1998-1999, já em Passo Fundo, também no RS, um vizinho comprou um Cyrix MII, mas não lembro a velocidade. Hoje a Intel nada de braçada, a AMD não faz nem cócegas, e só vai mostrar algo novo em Março (http://wccftech.com/amd-zen-intel-kaby-lake-february-2017/). Anos 90, melhor década da história da informática, com certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente! Hoje é uma mesmice sem fim, não há diversidade nem mesmo nos fabricantes de chipsets (somente Intel e AMD) e de processadores gráficos (AMD e Nvidia).

      Lembra da briga que havia nos chipsets? Intel, AMD, Nvidia, Via, SiS, Ali, UMC....

      E nos gráficos? Nvidia, ATI, 3dfx, S3, Rendition, Matrox, 3DLabs, PowerVR...

      Hoje nos resta torcer para que a AMD não quebre de vez. Imagina o mercado concentrado nas mãos da Intel e da Nvidia? Seria um pesadelo!

      Excluir
  2. Caramba, a guerra de chipsets! Se faltava concorrência em fabricantes no início dos anos 2000, o mesmo não pode ser dito sobre eles. Eu achava demais o nome dos modelos da Via, os "KT" (KT266, 333, KT400), e as análises que a revista PCs (saudades, PCs...) fazia sobre eles. Eu queria muito ter um PC com chipset NForce2, pra não precisar me preocupar por um bom tempo com placa de vídeo, porque ela tinha quase uma GeForce4 MX 420 onboard! Mas acabei montando um PC com chipset SIS 741, mesmo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu sonho de consumo no início do século era uma KT133A como as Asus A7V133, o que infelizmente jamais consegui realizar. Quem sabe agora? :-)

      Excluir
  3. E sobre as placas de vídeo...tenha uma boa tarde ;) https://www.youtube.com/watch?v=TIPtTM456cQ&list=TLkjOdqM8SqBYxMzA5MjAxNg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tinha visto, o Phil´s Computer Lab realmente é um ótimo canal.

      Excluir

Postar um comentário