Windows 7 entra em fase de suporte estendido

O lendário Windows 7, considerado por muitos como o sucessor natural e espiritual do Windows XP em termos de longevidade e preferência do público, entrará amanhã no que a Microsoft chama de fase de suporte estendido.

E o que isto muda para os utilizadores finais? Praticamente nada. A Microsoft aplica duas fases de suporte para os seus produtos: a mainstream e a estendida. Na primeira fase os produtos estão aptos a receberem melhoramentos e novos recursos, enquanto que na estendida o suporte limita-se a atualizações de segurança e correções de bugs considerados críticos. Pois bem, o suporte mainstream do Windows 7 encerra-se precisamente hoje.

Contudo isto não significa que todos devem abandonar o sistema correndo: com o Windows 8.X e agora com a iminência da chegada do Windows 10, era improvável que a Microsoft lançasse algum novo recurso realmente relevante para o veterano 7. E uma vez que o suporte estendido vai até janeiro de 2020, correções de bugs e falhas de segurança estão garantidos por um bom tempo ainda – lembrando apenas que para continuar recebendo tais atualizações é imperativo que o sistema esteja com o Service Pack 1, visto que o suporte (mesmo o estendido) para o Windows 7 sem o SP1 acabou em 2013.

Long live Windows 7!

Veja também:

Comentários