Mantendo os seus softwares atualizados no Windows

Sou usuário de Windows mas também uso muito Linux (Debian, Ubuntu e derivados) bem como o Mac OS. Se tem uma coisa que as distribuições Linux possuem e que eu sinto uma falta tremenda nos demais sistemas operacionais mainstream é o seu repositório de pacotes, que é como um catálogo gigante de softwares com instalação facilitada - no caso das distribuições baseadas no Debian (como o Ubuntu) basta entrar na interface oficial de instalação de aplicativos e procurar pelo nome do software, ou para quem prefere o terminal, entrar com o comando apt-get install nome do software que o próprio sistema operacional resolve todas as dependências e faz a instalação do software sem grandes complicações. Só é necessário estar conectado à Internet.

Este sistema de instalação ainda tem outra vantagem: sempre mantém os pacotes dos softwares atualizados juntamente com o sistema operacional. O Mac OS até possui a App Store, mas a sua abrangência no sistema não é a mesma. O Windows 8 também introduziu uma loja de aplicativos mas cujo alcance é ainda menor, principalmente em se tratando de softwares desktop clássicos. Por sua vez o Microsoft Update até que faz um bom trabalho, mas apenas para os produtos da própria Microsoft.


Após muita pesquisa sobre uma forma de manter sempre atualizados os aplicativos que utilizo no meu Windows 7 sem necessitar baixá-los e instalá-los um a um manualmente, acabei encontrando o serviço e aplicativo Ninite, que é gratuito para uso pessoal.


Interface do software Ninite

O seu funcionamento é muito simples: na interface do site, selecione na lista de softwares quais você deseja instalar (e posteriormente manter atualizados)...

Exemplo da lista de softwares do Ninite

... e em seguida clique no link "Get Installer" para baixar um pequeno executável (de pouco mais de 200 KB). Feito isto execute este aplicativo, que irá automaticamente efetuar o download e a instalação (ou atualização de versão caso já esteja instalado) de todos os softwares que você selecionou no site. Basta rodar este pequeno executável periodicamente para manter sempre atualizados os aplicativos instalados. 

Na versão para uso pessoal do Ninite é necessário executá-lo manualmente para verificar e atualizar os aplicativos (há o Ninite Pro que possui opções de automatização mas é pago). Deixo uma dica: há a possibilidade de se fazer um agendamento do executável do Ninite no Agendador de Tarefas do Windows para um horário e periodicidade definidos, assim semi-automatizando o processo. Acredito que agendar a execução do Ninite para uma vez por semana seja suficiente.

O serviço/aplicativo Ninite é o mais próximo que encontrei para o mundo Windows do conceito de repositório de pacotes e faz um bom trabalho para o que se propõe. A sua maior limitação é que ele se restringe à lista de aplicativos do site, que é abrangente e privilegia softwares gratuitos e livres, mas que sem dúvida está longe de cobrir todas as opções possíveis. 

Por outro lado, um dos seus maiores pontos positivos, sem dúvida, é que tanto ele quanto os softwares que ele instala são livres de qualquer tipo de malware, adware ou crapware - verifiquei nos meus PCs com três anti-vírus diferentes (Kaspersky, Avast e o Microsoft Security Essentials, além do Malicious Software Removal Toole nunca foi detectado qualquer problema. Outra característica do Ninte é que, quando disponível, são instaladas versões dos aplicativos no mesmo idioma do sistema operacional.

Veja também:

Softwares que eu utilizo

Comentários

  1. Esse é uma das principais problemas que encontro no Windows, agora com a Windows Store espero que eles se liguem disso, e usem esse recurso para ajudar os desenvolvedores a alertar os usuários das ultimas versões dos seus produtos, é muito melhor sempre ter as coisas atualizadas, principalmente por conta da segurança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente faz falta um cliente unificado para instalação e atualização de softwares para a plataforma Windows - e com controle de qualidade como faz a Apple, o que evitaria muitos problemas com softwares maliciosos para utilizadores sem muta experiência. E é claro, quem preferir poderia continuar instalando os softwares manualmente.

      Excluir
  2. Assim como desinstalador do Windows muitas vezes deixar lixo no Regedit e também no diretórios de instalação das aplicações, eu utilizo o Revo Uninstaler que faz esse trabalho, varrendo o regedit e o diretório para limpar os dados remanescentes, não sei se você conhece, vale a pena dar uma olhada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço o Revo sim, mas gosto mais do GeekUninstaller. :-)

      Excluir

Postar um comentário