Just for fun: benchmarks do processador AMD FX-6300

Amigos leitores, aqueles que acompanharam os posts com as primeiras impressões sobre a placa mãe Gigabyte 78LMT-S2P e sobre o processador AMD FX-6300 devem se recordar que fiquei devendo uma análise mais detalhada a respeito do processador FX-6300, principalmente com os resultados de alguns benchmarks mais precisos do que o índice de experiência do Windows 7.





Pois bem, neste post vou reproduzir os resultados de alguns softwares populares de benchmark juntamente com alguns comentários de minha parte. Como não possuo muitos componentes para testar, a comparação será entre a minha máquina principal e o meu PC secundário que tenho em casa, equipado com o processador FX-6300. As configurações básicas seguem abaixo (para este teste, o arranjo SLI foi desativado):


Processador
Intel Core i7 2600K
AMD FX-6300
Frequência original/overclock (MHz)
3400/4500
3500/4200
Placa mãe
Gigabyte Z68X-UD3-B3
Gigabyte 78LMT-S2P
Chipset
Intel Z68
AMD 760G/SB 710
RAM
16 GB Geil DDR3-1600
4 GB Kingston DDR3-1333
Placa de vídeo
GeForce GTX 760 2 GB
GeForce GTX 650 Ti 2 GB
SSD
Kingston V300 60 GB
Corsair F115 110 GB
Sistema Operacional
Windows 7 Ultimate SP1 x64
Windows 7 Ultimate SP1 x64


Em uma primeira vista pode parecer que há muita disparidade entre os dois sistemas para um comparativo confiável. Porém, os resultados dos testes foram bastante reveladores e, até mesmo conforme o título do post, é um ensaio completamente despretensioso e somente por diversão. Assim sendo, boa leitura!

Preço (R$)

Foi feita uma cotação de preços médios em lojas de informática na internet para pagamento à vista. O i7 simplesmente custa mais do que o dobro (62% a mais) do que o FX. Guarde bem este número.


i7-3770K* FX-6300 Dif. i7/FX
1.100,00 420,00 62%


* No caso do 2600K, como este processador não se encontra mais a venda, foi feita a cotação do seu substituto direto: o Core i7 3770K, que utiliza o mesmo soquete 1155 e tem desempenho praticamente idêntico.



PCMark 7

O PCMark faz uma avaliação geral de performance do equipamento no sistema operacional Windows 7, simulando situações normais de uso como a reprodução de vídeos, importação de imagens, navegação na internet, entre muitos outros. 





i7 2600K FX-6300 Dif. i7/FX
Video playback (fps) 23,98 23,97 0%
Video transcoding - downscaling (KB/s) 6530,91 4881,03 25%
System storage - gaming (MB/s) 16,5 15,31 7%
Graphics - DirectX 9 (fps) 104,71 62,4 40%
Image manipulation (Mpix/s) 27,01 14,87 45%
System storage - importing pictures (MB/s) 18,13 16,77 8%
Web browsing (pages/s) 22,37 15,4 31%
Data decrypting (MB/s) 153,41 116,46 24%
System storage - Windows Defender (MB/s) 5,56 5,28 5%
PCMark score 5858 4556 22%

Em negrito estão os resultados que possuem mais dependência do processador. Note que nenhum deles não chega nem perto dos 62%, que é a diferença de custo entre os processadores.


3DMark 11

O 3DMark 11 realiza simulações de jogos para a plataforma DirectX 11. Foi utilizado o perfil Performance (resolução de 1280 X 720). 





i7 2600K FX-6300 Dif. i7/FX
Graphics Score 8918 4635 48%
Physics Score 10072 5026 50%
Combined Score 7355 3970 46%
3DMark Score 8881 4611 48%

Em negrito está o resultado que mais depende da CPU. Note que a diferença no score geral (48%) é muito menor do que o custo total das configurações (além do processador), que deve passar facilmente dos 100%. Para este teste, os cálculos de física foram configurados para serem executados pelo processador principal.


Cinebench R15 64 bits

Simula renderizações de cenas 3D (OpenGL) e de imagens estáticas. 




i7 2600K FX-6300 Dif. i7/FX
CPU 786 404 49%
CPU single core 158 96 39%
OpenGL (fps) 119,6 79,75 33%


Em negrito estão os resultados mais dependentes da CPU. O mais revelador neste teste são os números do quesito CPU single core, onde a renderização de uma imagem é feita utilizando apenas um único núcleo de processamento. O resultado demonstra a superioridade dos processadores Intel em IPC (Instruções Por Ciclo), porém bem longe dos 62% da diferença de preço.


Unigine Heaven 4.0

Este é um benchmark para a plataforma DirectX que leva o sistema aos seus limites máximos em uma simulação de um ambiente 3D.




Perfil Basic (DirectX 9, resolução de 1280 X 720, 2XAA)



i7 2600K FX-6300 Dif. i7/FX
FPS 126,8 61,3 52%
Score 3194 1544 52%


Perfil Extreme (DirectX 11, resolução de 1600 X 900, 8XAA)



i7 2600K FX-6300 Dif. i7/FX
FPS 42,5 20,8 51%
Score 1070 523 51%


Estes resultados coloquei como curiosidade apenas, visto que o Unigine Heaven é fortemente dependente da GPU e há uma grande disparidade entre elas (GTX 760 vs GTX 650 Ti). O interessante é que a diferença média de performance é de 50%, bem abaixo da diferença de custo entre as duas plataformas testadas.


Conclusão


Creio que os resultados falam por si próprios. Inegavelmente nos últimos anos os processadores Intel vem mantendo a dianteira em desempenho bruto, porém com um custo em muitos casos superior à diferença de desempenho. Para um PC de jogos, sem sombra de dúvida, é muito mais negócio comprar um FX-6300 e usar a economia obtida para investir em uma melhor placa de vídeo, visto que atualmente os jogos estão cada vez menos dependentes do processador. Para outros cenários de utilização, como por exemplo, renderizações, produção de vídeos, CAD e aplicativos não otimizados para utilizar mais do que um núcleo de processamento, optar por uma plataforma Intel faz mais sentido. Foi este o meu caso na ocasião em que montei o meu PC principal, visto que não o utilizo majoritariamente para jogos.

É isto aí, espero que tenham gostado!

Comentários

  1. Forte candidato a ser meu próximo processador, a ADM vem melhorando muito como fez na epoca do Athlon XP, que era pau a pau com Pentium 4, muito bom o post....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Atualmente os processadores FX-6300 e FX-8320 são os que tem melhor custo x benefício. Apesar de no momento ter um Intel sempre gostei muito da AMD, os Athlon XP e Athlon 64 foram ícones da sua época. Rumores indicam que a AMD vai lançar uma nova arquitetura ainda neste ano, espero que venha com tudo para tornar a competição ainda mais interessante.

      Excluir
  2. É aquela máxima, a Intel está se achando a Sony dos processadores, até a AMD chegar e ultrapassá-los, ai a coisa vai ser bem diferente, esses preços são surreais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E põe surreal nisso. Me lembro que paguei 700 dilmas no meu 2600K em 2011. Hoje um processador equivalente, como bem está no texto, não sai por menos de 1000. Se fosse montar um computador novo ou fazer um upgrade hoje em dia com certeza iria de AMD.

      Excluir
  3. gostei muito dos seus testes, estou decidindo em fx-6300 ou fx-8320, mas a preferencia é pelo fx-6300 e uma placa de video melhor.
    talvez se a quantidade de memoria ram fosse igual teria reduzido a % entre os dois

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No caso de jogos sem dúvida é melhor o FX-6300 com uma placa de vídeo mais parruda. Quanto à quantidade de RAM com certeza teve alguma influência nos testes, muito embora que para jogos qualquer coisa acima de 4 GB não faz tanta diferença.

      Excluir
    2. Michael, comprei um FX 6300 e me saiu por 322,00 .
      HOje chegou o FX 6300, mas acabei de ver um FX 8320 por 466,00 com frete incluso.
      Vale a pena devolver o FX 6300 e pegar o 8320 ?
      Uso o PC mais pra jogos além de tarefas do dia-a-dia mais comuns mesmo.
      Tenho uma GTX 670 PE e mobo Sabertooth 990FX R2.0

      Excluir
    3. Cassiano, na minha opinião o 6300 está de bom tamanho, eu particularmente não trocaria. Com a diferença de valores dá para comprar um cooler melhor para o 6300 e mandar um overclock moderado, até mesmo porque a sua placa mãe é de ótima qualidade.

      Excluir

Postar um comentário