Intel discretamente lança os processadores Xeon SP

Seria o efeito EPYC? Após a AMD lançar a sua linha de processadores voltada para servidores, a Intel anuncia os novos Xeon SP sem fazer muito alarde. Já há benchmarks comparativos!


Baseados na microarquitetura Skylake-SP, a nova linha dos processadores Xeon SP (de "Scalable Platform") foi segmentada em quatro séries distintas conforme os recursos, número de núcleos e, logicamente, preço: Platinum, Gold, Silver e Bronze.

A lista de modelos disponíveis é enorme e engloba processadores que possuem desde quatro núcleos a até 28 núcleos e 56 threads (como no topo de linha Platinum 8180M, que custa nada menos do que 13 mil trumps!). Os modelos que possuem o sufixo M são capazes de endereçar até 1,5 TB de RAM, enquanto que os demais endereçam "somente" 768 GB. Todos os modelos suportam até oito soquetes e possuem 48 linhas PCI Express 3.0.


Este ensaio do Anandtech colocou lado a lado dois servidores: um com dois Intel Xeon Platinum 8176 (2,1 GHz, 28 núcleos/56 threads, 38,5 MB de cache L3 e TDP de 165 W) e outro com dois AMD EPYC 7601 (2,2 GHz, 32 núcleos/64 threads, 64 MB de cache L3 e TDP de 180 W). 

As conclusões do ensaio mostraram que o EPYC foi melhor nos testes de ponto flutuante enquanto que o desempenho em inteiros foi equivalente, com um detalhe importante: o processador da AMD custa US$ 4.200, contra US$ 8.719 do modelo da Intel. 

Pelo visto, também nos servidores a AMD surge como a rainha do custo x benefício. O mercado mais uma vez agradece!

Veja também:

Comentários