Sensação de déjà-vu

Sabe quando você tem a sensação de já ter visto algo? Pois é, senti isto ao fazer uma pesquisa em um grande site de vendas.



Pesquisando sobre “placa mãe soquete 7” em um grande site de vendas online, chamou-me a atenção um anúncio de uma Asus P5A. Ao observar a imagem do mesmo tive a forte sensação de já tê-la visto antes:


Não estou ficando louco! Eu realmente já vi essa imagem antes, aliás, a tenho aqui!


Sim, a imagem do anúncio foi retirada diretamente da análise que fiz da Asus P5A lá nos idos de agosto de 2014. Será que se eu me identificar como o autor da imagem o vendedor me dá um desconto? 

Veja também:

Comentários

  1. kkkkkkkkkkkkkkk a marca d'água não deixa mentir, né? Mas deixando os "detalhes" de lado, pelo que acompanhava na Revista PCs essa placa era uma das melhores para o K6-2, inclusive a própria PCs usava ela nos comparativos de processadores. E eis que num belo dia acabo me deparando com PC usando uma delas. Fiquei impressionado. Como o K6-2 era outro processador nela! Definitivamente o que engessava o K6-2 era a famigerada M598. Aliás, qualquer PCChips afundava qualquer processador, seja o K6-2, AMD soquete 462 ou processadores Intel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade absoluta, grande parte da má fama dos K6 veio das placas PC Chips e era o pobre processador que levava a culpa.

      Excluir
    2. Tenho um K6-II operando até hoje aqui comigo, montado lá pelos anos 2000/2001. Resisti a tentação de usar uma linda PCCHIPs tudo-on-board e optei por uma feia SOYO 5EH5 quase-nada-on-board. Foi a escolha mais feliz que já fiz. Com um hardmodem Intel esse PC nunca me deixou na mão. Fiz upgrades nele até 2002, encostando só em 2003, quando montei um Athlon XP.

      Excluir
    3. O Via Apollo MVP3 da sua placa Soyo é, ao lado do Ali Aladdin V, o melhor chipset para soquete 7. Na época montei o meu K6-III em uma Asus P5S-B baseada no SiS 530, com certeza melhor do que as PC Chips porém o chipset continuava sendo uma porcaria.

      O meu sonho na época era uma Asus P5A-B (versão Baby AT da P5A) porém não a achava em lugar nenhum. O mercado de hardware naquela época era infinitamente mais precário do que o atual.

      Excluir

Postar um comentário