O fim está próximo (5): PowerShell Open Source

(Hora de procurar um abrigo nas montanhas). A última da série Deu a Louca na Microsoft: após introduzir o BASH no Windows 10, a empresa decidiu tornar o PowerShell oficialmente um software de código aberto, inclusive com versões para Linux e Mac OS com as mesmas funcionalidades da versão equivalente para Windows. 

Aos que não conhecem, a grosso modo o PowerShell é uma espécie de "Prompt do MS-DOS bombado", ou seja, trata-se de uma interface de linha de comando com suporte a scripts complexos.

Oficialmente o PowerShell para Linux está disponível para as distribuições Ubuntu, Red Hat e CentOS, e no caso do Mac para o OS X El Capitan. O repositório oficial está aqui.

Realmente, a saída do Steve Ballmer (e do anacronismo que marcou sua gestão) foi a melhor coisa que poderia ter acontecido à Microsoft. Vida longa ao Sr. Nadella.

A interface do PowerShell. Qualquer semelhança com o velho e bom
MS-DOS não é mera coincidência

Veja também:

Comentários