Piada pronta: supercomputador brasileiro é desligado por falta de recursos para a conta de luz

O Santos Dumont, maior supercomputador da América Latina, que foi colocado em funcionamento em janeiro deste ano (custou R$ 60 milhões) já teve que ser desligado. Problemas técnicos? Antes fosse. Na verdade o supercomputador teve que ser desligado pela falta de dinheiro para o pagamento da conta de luz, que chega a 500 mil temers por mês.

Mantido pelo Laboratório Nacional de Computação Científica em Petrópolis/RJ, o Santos Dumont estava sendo utilizado para pesquisas sobre o vírus Zika, podendo ser empregado também em projetos científicos que demandem alto poder computacional - 75 outras pesquisas estavam na fila para serem processadas. Conforme informa o laboratório, pela falta de reajuste no seu orçamento o custo com a energia elétrica chega a consumir 80% dos seus recursos.

E o pior: segundo o coordenador de tecnologia do laboratório, Wagner Leo, o supercomputador é refrigerado a água e pode sofrer danos pela falta de uso, como qualquer outro equipamento eletrônico.

O supercomputador brasileiro Santos Dumont


Com capacidade de processamento de 1,1 petaflops, o Santos Dumont ocupa uma área de 380 metros quadrados e conta com três módulos:

  • CPU, com 18.144 núcleos Intel Xeon;
  • GPU, com 10.692 núcleos Intel e Nvidia;
  • Hybrid, com 24.732 Xeon e Xeon Phi.

Cada um dos módulos está na lista dos 500 computadores mais rápidos do mundo, sendo os únicos da América Latina nesta tão distinta lista.

A pergunta que não quer se calar: será que a verba gasta mensalmente com o gabinete de um único Deputado Federal não seria suficiente para cobrir os custos de operação do Santos Dumont?

E assim a Ciência da Pátria Educadora padece cada vez mais.

Comentários

  1. É realmente uma pena esse ocorrido. Infelizmente, ciência não é algo bem visto aqui no Brasil. Isso me lembrou o caso daquela neurocientista brasileira Susana H. Houzel que mudou-se para os EUA (mais detalhes em http://epoca.globo.com/vida/noticia/2016/05/porque-cientista-suzana-herculano-houzel-decidiu-dizer-adeus-ao-brasil.html).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por motivos como este o Brasil tem um êxodo grande de cientistas. Triste.

      Excluir
  2. Humor negro: imagine então se a conta de luz fosse a do ENIAC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente teriam que reservar a Itaipu somente para ele... rs

      Excluir

Postar um comentário