Dica rápida: compatibilidade do Xubuntu com o VirtualBox

Nesta postagem passarei algumas dicas àqueles interessados em experimentar e testar o Xubuntu em uma máquina virtual do VirtualBox, que sem dúvida é uma forma bastante prática de avaliar qualquer sistema operacional sem maiores riscos. Lembro que estas dicas também são válidas para o próprio Ubuntu e para as demais distribuições dele derivadas. Uma boa leitura!


Configuração da máquina virtual

A figura abaixo mostra a configuração da máquina virtual que utilizo para o Xubuntu. É possível reduzir a quantidade da memória principal para 2 GB sem grandes perdas de desempenho, visto que o Xubuntu é um sistema bastante enxuto.


Tela preta na inicialização

Um problema que vêm acontecendo durante a inicialização do Xubuntu/Ubuntu no VirtualBox (pelo menos até a versão 4.3.18 deste, que é a mais recente na data em que escrevo) é que o sistema convidado entra em uma tela preta e não sai mais. Caso isto aconteça, pressione as teclas Right Ctrl + F1 e em seguida Right Ctrl + F7 que tudo voltará ao normal. Passada esta fase, a instalação segue normalmente.

Suporte para os dispositivos virtuais do VirtualBox

Há alguns anos o próprio Kernel Linux já possui um bom suporte para os dispositivos emulados pelo VirtualBox. Porém o Ubuntu e derivados vão além e também oferecem um driver proprietário no seu gerenciador.


Basta selecionar o driver na lista e reiniciar o sistema para ativá-lo, com resultado bastante satisfatório e sem maiores complicações.


Instalando os Adicionais para Convidado do próprio VirtualBox

Porém caso você prefira instalar os adicionais do próprio VirtualBox (que tem a vantagem de serem mais atualizados) também é algo relativamente fácil. Primeiro acione a opção correspondente no VirtualBox para montar a unidade de CD virtual com os arquivos de instalação e em seguida copie o arquivo VBoxLinuxAdditions.run para a pasta home do seu usuário. Depois disto se preferir pode até desmontar o drive de CD virtual.


Agora abra uma janela do terminal a partir da pasta home.


Em seguida entre com os seguintes comandos:

sudo chmod +x VBoxLinuxAdditions.run
sudo ./VBoxLinuxAdditions.run

Quando solicitado forneça a senha da sua conta de usuário.



Concluídos os comandos, é só reiniciar o sistema convidado. O primeiro comando informa ao sistema operacional que o arquivo é um executável e o segundo efetivamente o executa, enquanto que o sudo indica que os comandos requerem privilégios mais elevados. Uma observação pertinente sobre o uso dos drivers do próprio VirtualBox é que a cada atualização de Kernel será necessário refazer este procedimento para reinstalá-los.

Agora é só curtir a sua máquina virtual Xubuntu! Um abraço e até a próxima!

Veja também:

Comentários