Bolsonaro é personalidade do ano

O nosso presidente Jair Bolsonaro foi nomeado como personalidade do ano de 2019 pela Câmara de Comércio Brasil - Estados Unidos. O prêmio é promovido pela revista Forbes.


O presidente receberá a honraria no próximo dia 14 de maio, no Museu Americano de História Natural em Nova Iorque. Todos os anos são premiados um americano e um brasileiro que tenham se destacado no fortalecimento das relações entre os dois países, tanto no âmbito econômico quanto no diplomático. E cá entre nós: é muito melhor estar alinhado com os EUA do que com a Venezuela e Cuba.

Falando no presidente, faço votos e direciono o meu pensamento positivo para que ele se recupere completamente e reassuma o comando do país. Em minha opinião, mesmo sofrendo as consequências do covarde atentado, em um mês de governo ele fez mais do que a Dilma e o Temer fizeram em oito anos. 

E aos que desejam a morte dele, apenas lamento: isto demonstra uma pequenez de espírito gritante. Eu não gosto do Lula, da Dilma e do Temer, mas nem por isso desejei ou desejo a morte deles, apenas quero que eles sejam responsabilizados e paguem pelos erros.

Fonte: Revista Exame.

Comentários

  1. Uma honraria merecida. Realmente, o alinhamento de Bolsonaro com Trump é notório.

    Agora, lembremos que o capitão já teve incontáveis surtos de "pequenez de espírito gritante", por já ter desejado a morte de muita gente, inclusive da então presidente Dilma, em 2015.

    O mundo gira sobre a ação e reação. Ninguém (absolutamente ninguém mesmo) merece a morte, mas, para mim, a esquerda apenas reage na mesma medida de quem manifesta a intenção de fuzilar oposicionistas, e ainda apoia deliberadamente cruéis torturadores.

    Pra mim, Bolsonaro é a personificação da pequenez de espírito gritante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Piva, tudo certo?

      Todos nós temos arroubos de vez em quando. Agora como presidente, acredito que aos poucos o capitão saberá dosar mais as palavras. O problema não é errar, mas sim insistir no erro.

      Excluir
    2. Não sei se o capitão considera suas falas um erro. Pode ser que ele realmente se modere em função do que cabe ao seu atual cargo, mas isso não quer dizer que ele tenha abandonado seu pensamento.

      Entretanto, sinceramente, isso não me assusta tanto quanto a quantidade de pessoas que votaram nele em função dessas idéias quase eugênicas.

      Excluir
    3. Bem, acho que boa parte das pessoas que votaram nele não queriam mais os corruptos do PT no poder.

      Eu mesmo já afirmei em algumas postagens que não concordo com tudo o que o Bolsonaro defende. Porém entre ele e o Haddad (com os seus mais de 30 processos nas costas, além de ser réu por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha) eu sou Bolsonaro desde criancinha.

      Isso sem falar dos outros ranços da esquerda, como a ideologia de gênero e a turma da lacração.

      Excluir

Postar um comentário