“A festa da democracia”

Pessoal, chegou a hora da verdade. Essas eleições são as mais importantes da história do Brasil desde o fim do regime militar. Não devemos e, principalmente, não podemos nos abster!


E em quem eu vou votar? Meus amigos e minhas amigas, simplesmente não há outra opção senão Jair Bolsonaro. A nossa economia não suportará mais quatro anos de um governo socialista, ainda mais se houver um presidente que receba “conselhos” de um criminoso condenado em segunda instância (e cuja condenação foi confirmada nas instâncias superiores). Qual investidor colocaria dinheiro em um país assim? 

Não sou economista e muito menos vidente, mas em um cenário como esse a nossa moeda enfraquecerá ainda mais, a economia ficará paralisada e consequentemente reduzirá o número de postos de trabalho - a Venezuela é logo ali. Acham que estou sendo apocalíptico? Notícias como essa e as imagens abaixo dizem que não. E aos que dependem de auxílios do Estado, saibam que mesmo esta torneira pode secar, pois o Brasil está simplesmente quebrado. O socialismo somente funciona até acabar o dinheiro dos outros.


Aos que são de outros estados ou mesmo países, o Condor é uma rede de supermercados muito forte no Paraná.


Este comercial da Chevrolet mostra com perfeição os anseios da maioria esmagadora da população:


E antes que me chamem de fascista, nazista, machista, analista (isso eu sou com muito orgulho!), taxista, dentista, ciclista e futebolista (neste caso só no FIFA mesmo...), informo que não concordo com todo o posicionamento do Bolsonaro ou o de seus colegas de chapa, como a privatização irrestrita de todas as estatais. Como já escrevi em outras ocasiões, cada caso é um caso e, enquanto realmente há mercados onde não faz sentido a atuação do Estado, outros são estratégicos pois estão envolvidas a autonomia, a saúde pública e a soberania do Brasil, apenas para citar alguns exemplos. 

Aliás, é curioso esse pessoal socialista radical que diz defender a democracia: quem discorda deles é automaticamente taxado de fascista e de antidemocrático, além de ser esfaqueado. Grande democracia essa, a deles! Imagina então se eu disser que sou heterossexual, cristão, conservador e de classe média... isso sem contar a avalanche de fake news despejadas contra o Bolsonaro pela mídia tradicional, parcial e asquerosa na sua grande maioria.

Retomando, concordo que os programas sociais devem ser reduzidos (na verdade fazer um pente-fino para acabar com as fraudes), mas jamais extintos: nenhum ser humano deveria passar fome em pleno século XXI. Também afirmo que sou contra o aborto, a legalização das drogas, a ideologia de gênero e a doutrinação política existente nas escolas e universidades. 

Falando nas universidades públicas, acredito que deveria ser mantida apenas uma única cota, para estudantes comprovadamente oriundos de famílias carentes, não importando a cor da pele. Somos todos seres humanos!

Então, queridos irmãos e queridas irmãs. Homossexuais e heterossexuais. Negros, brancos, amarelos e vermelhos. Judeus e cristãos. Católicos e protestantes (perdoem-me se não mencionei algum grupo). Agora é a hora! Devemos fazer a nossa parte e ter fé no grande Pai Celestial, em que pesem as urnas eletrônicas.

Sobre as urnas, na minha opinião pessoal como cientista da computação, no mínimo o código-fonte tanto do software cliente (o das urnas) quanto o presente nos servidores de apuração deveria ser disponibilizado de forma pública na Internet, e uma auditoria externa (preferencialmente de outro país) atestaria que este mesmo código é o que foi compilado e inserido nas urnas e nos servidores. Além de também ter o voto impresso, é claro.

Enfim, não temos como saber se Bolsonaro fará um bom governo caso seja eleito, mas ao menos com ele há alguma esperança. Com os demais, nenhuma, apenas a promessa da ampliação de um arcaico e atroz regime socialista, que não funcionou e não funciona em lugar nenhum do planeta pelo motivo que expus no terceiro parágrafo.


Obs 1: algumas imagens que ilustram esta postagem são de urnas francesas. Imaginem que a França não faz uso de qualquer sistema eletrônico de votação, que país atrasado! Só que não...

Obs 2: não adianta votar no Bolsonaro apenas. Procurem votar também em candidatos a deputado federal e a senador que estejam alinhados com as suas propostas, para que ele tenha ao menos uma mínima chance de governar. Conservador vota em conservador! 

Comentários

  1. Mesmo discordando do Bolsonaro em alguns pontos, também votarei nele. Inicialmente pensei em votar no Amoêdo mas isso acabaria por fortalecer a esquerda em um provável segundo turno. Temos a chance de aproveitar o fato da esquerda estar desunida e tentar eleger o Bolsonaro direto no primeiro turno.
    Se o PT voltar ao poder infelizmente o Brasil acabou.

    ResponderExcluir
  2. Acho Bolsonaro a unica opção viavel.
    O restante, siceramente, me dá nojo.
    O hadad então parece ser a encarnação da besta das profundezas do inferno.
    Quanto as urnas eletronicas:
    https://youtu.be/FgpYrXN00Sw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A besta barbuda das profundezas do inferno e da cadeia é o chefe dele.
      O Haddad é apenas o porta-voz do apocalipse.

      Excluir
  3. E esse esquema de tomada do poder, de dominação, tem sido arquitetado desde o final dos anos 70, inicio dos 80. Antes disso, o regime militar tentou impedir a infiltração comunista, mas infelizmente esse cancer não foi totalmente extirpado, crescendo novamente e espalhando metastases.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não fossem os militares em 1964, hoje seríamos uma grande Cuba ou Coreia do Norte - é fato que os comunistas estavam prontos para tomar o poder, e não seria por meios democráticos.

      Essa parte da nossa história sempre é convenientemente ignorada pelos professores de história marxistas.

      Excluir
    2. Na verdade, a ditadura foi um movimento da classe média e da elite que buscavam evitar as Reformas de Base de Jango. Ou seja, buscava manter o "status quo" da sociedade da época.

      Como sempre em nossa história, foi uma solução fácil para um problema complexo. Na faculdade de engenharia, eu e vc aprendemos que devemos encontrar as "causas raiz" dos problemas se queremos resolve-los. Caso contrário, estamos tapando o sol com a peneira...

      Logo, qual a causa raiz que faz um povo flertar com o comunismo? O que faz as pessoas, principalmente as mais humildes, flertarem com o PT e os demais ideais de esquerda?

      Para mim, as pessoas são movidas pela melhoria da sua qualidade de vida, das oportunidades de ascensão social e pelo acesso aos bens de consumo. FHC foi eleito duas vezes porque conseguiu estabilizar a economia do país e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Lula foi eleito duas vezes pois surfou nas boas ondas econômicas globais e soube implementar políticas que melhoraram a qualidade de vida das pessoas, pelo menos por um período. Da mesma forma, com a atual crise econômica e ética, as pessoas apelam para um candidato de extrema direita em busca de melhoria da qualidade de vida, que piorou no governo Dilma.

      Ou seja, as pessoas não tem bandeiras ou ideologias. As pessoas querem crescer e prosperar.

      Se queremos evitar a "ameaça comunista" ou o populismo de plantão, precisamos resolver a causa raiz: um sistema cruel que, propositadamente ou não, impede ou limita muito o progresso das classes mais pobres (vide estudo da OCDE, https://www.bbc.com/portuguese/brasil-44489766).

      A ditadura não resolveu esse problema, pelo contrário (https://brasil.elpais.com/brasil/2017/09/29/economia/1506721812_344807.html). Collor não resolveu esse problema, nem FHC, nem Lula, nem Dilma, e não vejo nada que indique que Bolsonaro esteja disposto a resolver.

      Como disse em outro comentário, a única solução para a causa raiz é a tomada de ações que visem a educação elementar de excelência para nossas crianças, além de condições econômicas que incentivem o empreendedorismo e a ciência.

      Minha busca por quem compre essa ideia continua.

      Excluir
    3. Sobre as reformas de base de Jango:

      "O ano de 1964 iniciou-se com o virtual isolamento de Jango e com o esgotamento das negociações com o Partido Social Democrático (PSD) e as forças mais conservadoras, para implementar a agenda do governo. Neste quadro, a nova estratégia de Goulart foi organizar uma ofensiva política apoiada pelos principais grupos de esquerda para garantir o apoio às reformas de base. O plano de ação era o seu comparecimento a uma série de grandes comícios nas principais cidades do país, a fim de mobilizar a maioria da população brasileira em favor das reformas.

      Essa nova fase foi inaugurada no dia 13 de março de 1964, com o comício realizado na estação da Central do Brasil, no Rio de Janeiro, também denominado Comício das Reformas, ao qual compareceram cerca de 150.000 pessoas. Na ocasião, Goulart proclamou a necessidade de mudar a Constituição e anunciou a adoção de importantes medidas, como a encampação das refinarias de petróleo particulares e a possibilidade de desapropriação das propriedades privadas valorizadas por investimentos públicos, situadas às margens de estradas e açudes."

      Fonte: https://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/Jango/artigos/NaPresidenciaRepublica/As_reformas_de_base

      Se isso não foi um visível prelúdio da tomada do poder por um regime socialista, não sei mais o que poderia ser. Um detalhe: o Haddad (Lula) também quer mudar a constituição. Qualquer semelhança não é mera coincidência.

      Excluir
  4. Ainda estou em busca de um candidato que se proponha a oferecer um ensino básico de excelência em nosso país. Nossos alunos ricos são piores que os alunos pobres do Vietnã, que por acaso era socialista até outro dia... (https://www.bbc.com/portuguese/brasil-45657049)

    Enquanto isso não for feito, vamos continuar acompanhando o revesamento de lulas e bolsonaros no comando do nosso país, desgraçadamente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comparação injusta.

      O Lula esteve 14 anos no poder (a Dilma foi um mero fantoche, assim como o Haddad), mas o Bolsonaro nem teve a chance de mostrar nada ainda!


      Excluir
    2. Lula e Bolsonaro são farinha do mesmo saco. Ambos não tem educação formal, passaram a vida mamando nas tetas de alguém, tiveram que mudar radicalmente o discurso para agradar a classe média e a elite econômica, além de serem fruto do péssimo hábito nacional de buscar salvadores da pátria.

      Lula teve sua chance e Bolsonaro pelo jeito a terá. Não tenho motivos para crer q Bolsonaro comprará a briga pelo ensino básico de excelência. Para mim, Bolsonaro fará um governo liberal, com retirada de direitos trabalhistas e potencial afundamento das desigualdades sociais que, lamentavelmente, talvez culmine no retorno do PT ao poder em 2023.

      Mas é só uma previsão. Espero estar errado. A história dirá.

      Excluir
    3. Bolsonaro não tem educação formal? O cara passou pela AMAN!

      Mas é esse justamente o ponto que eu quero chegar. Não podemos ter certeza de que Bolsonaro fará um bom governo, mas com ele há alguma esperança. Com o Haddad, absolutamente nenhuma, ainda mais que na prática o país seria dirigido por um criminoso condenado, independentemente se estiver preso ou não!

      E como já escrevi certa vez, não adianta muito termos uma profusão de direitos trabalhistas se não houver empregos formais disponíveis. Como sou de TI, digo que está cada vez mais difícil ser contratado no mercado por CLT: quase todas as empresas contratam apenas PJ justamente pelos encargos serem bem menores. Se quiser trabalhar, você que se vire para arrumar um CNPJ. Do que adianta os inúmeros benefícios "garantidos pela CLT" nesses casos?

      Claro que eu não seria leviano para afirmar que deveríamos rasgar a CLT, mas sem dúvida leis trabalhistas menos anacrônicas e conservadoras certamente contribuiriam para aumentar os postos de trabalho formais. Governos esquerdistas adoram dar esmola com o chapéu dos outros, com encargos que cabe apenas aos patrões pagarem. Aí fica fácil.

      Excluir
    4. Piva, como o Michael afirmou acima, Bolsonaro cursou a AMAN, que equivale a um curso superior, e também é formado em Educação Física pela EsEFEx. Se aprovou poucos projetos no Congresso, não é por incapacidade, é por causa do isolamento que lhe foi imposto por suas posições conservadoras e de não ter participado dos "esquemas".

      De qualquer forma, diploma de curso superior no Brasil não é prova de inteligência e capacidade, e muito menos de bom caráter e honestidade.

      Lula não tem diploma, mas é inteligente, ninguém pode negar isso. E boa parte dos presos da lava-jato, mensalão e petrolão apresentaram o famigerado 'diproma' na hora de ir para o xilindró, para garantir uma cela diferenciada.

      No Brasil, precisamos mudar nossa cultura e passar a valorizar as pessoas pelo que elas são e pelo que realizam, e não pelos pedaços de papel cheios de carimbos que apresentam.

      Excluir
    5. Concordo que um diploma não é prova de inteligência e capacidade.

      Mas também não é certo ficar se gabando de não ter instrução, como o ex-presidente e atualmente presidiário faz.

      Excluir
  5. Não concordo com os planos de governo de nem um dos dois candidatos, porém entre os dois ainda prefiro o candidato do PSL. O PT esteve no governo durante um bom tempo, e agora vem com papos de que "vai consertar os estragos dos governos anteriores", sendo que ele mesmo era o governo anterior? Conta outra. E além disso o excelentíssimo Sr. Haddad tem a maior pinta de que curte a forma de Stallin de governar.

    ResponderExcluir
  6. Não precisamos de tantas explicações e blablablá para ver o que é claro como o sol!!!
    O pt, lula, partidos comunistas, etc, formaram o maior esquema de corrupção e desvio de dinheiro não apenas da historia do Brasil, mas da historia mundial, puor que a mafia Italiana.
    Bolsonaro será bom? Não sei, mas é a unica opção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (Onde está “puor” leia-se “pior”)

      Excluir
    2. ... e não podemos nos esquecer que o Brasil é ingovernável para opositores do esquema. Já ouviram a famosa frase: “ou voce entra para o esquema ou morre!” ?
      (Ou quem sabe uma facada na barriga?)
      Mais de 500 deputados, nem sei quantos senadores, quase todos com a unica intenção de enriquecimento e uma bela aposentadoria.
      País governavel?
      Para isso seria necessário uma revolução e muito derramamento de sangue. Coisa que nunca acontecerá.
      Embora, como dizem, a esperança é a última que morre.

      Excluir
    3. Caramba!
      Disse acima a frase “ou voce entra para o esquema ou morre!” e lembrei do caso do prefeito Celso Daniel
      Ainda bem que o mandante do assassinato ta preso (lá na região sul do Brasil) parece que o cara só tem nove dedos. 😳

      Excluir
    4. Sobre a governabilidade, um lado bom destas eleições é que grande parte da esquerda foi varrida do mapa. Com algumas poucas exceções (que serão minoria absoluta), foi um verdadeiro expurgo! Desta forma, tudo indica que Bolsonaro terá uma razoável governabilidade se eleito.

      Quanto ao Celso Daniel, este é o senso comum por aqui.

      Excluir
  7. Graças a Deus!
    Eu não sabia desse expurgo.
    Quanto ao prefeito Celso Daniel, ele era prefeito da cidade onde morei até mudar para os USA.
    Acompanhei com atenção os acontecimentos.
    Vou te falar uma coisa: foi o unico cara no PT que realmente gostei. Muita gente dizia que ele morava em um apartamento sem muito luxo, gostava de dirigir seu fusca e passava boa parte de seu tempo livre lendo livros, e era um cara que se preocupava com as pessoas.
    Ele foi contra o esquema de corrupção que estava ocorrendo na prefeitura de Santo André, e que até pouco tempo levou todo o dinheiro da cidade. Era uma cidade linda e me lembro a ultima vez que estive lá, não havia mais recursos nem para podar o mato dos jardins publicos. Certa vez conversei com um conhecido meu, funcionario da prefeitura, e ele me contou o estrago que o PT estava fazendo.
    É realmente triste.

    ResponderExcluir

Postar um comentário