E nasce uma esperança

Felizmente a razão prevaleceu nesta eleição e agora podemos acreditar que o Sol nascerá para dissipar as trevas. As nossas esperanças estão plenamente renovadas!


Foi uma longa jornada, mas finalmente conseguimos tirar as forças malignas do comando da nossa pátria-mãe. Depois de 13 anos de escuridão, a nossa esperança está renovada e mais forte do que nunca. Agora podemos dizer com toda a certeza: dias melhores virão!

Deixo um forte abraço aos meus irmãos e irmãs de luta, foi a nossa resiliência e atuação completamente voluntaria, com interesse único apenas no bem da nação, que permitiu chegarmos à esse momento histórico! Um período que ficará registrado nos livros de História como sendo o notável ponto de inflexão da nossa grande pátria Brasil, o início da sua arrancada rumo à devida grandeza!

Vamos agora à merecida comemoração! Depois de um longo tempo de tensão e angústia, chegou a hora de deixarmos tudo isso no passado e celebrarmos o futuro! A noite hoje será curta!

Fiquem com Deus e cuidem-se!

Uma vida longa e próspera ao nosso presidente Jair Messias Bolsonaro!

Comentários

  1. Pessoalmente, acho que passamos de uma escuridão de esquerda para uma de direita. Mas é cedo para julgar. Lembro apenas aos que cantam vitória hoje que o PT não foi varrido do mapa, pois 58,1 milhões de brasileiros que compareceram às urnas não votaram no capitão. À depender das medidas que forem implementadas nos próximos 4 anos, especialmente as que afetarem diretamente os mais pobres, podemos ter uma nova virada na posição ideológica dominante em 2022 (torcendo para que ainda tenhamos eleições até lá).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respeito a sua opinião, mas é como um meme que circula pelo Whats:

      "Melhor a incerteza do novo do que a certeza do roubo"

      Não tinha como votar nos mesmos de sempre que levaram o país ao caos em que estamos. Pior do que a crise econômica é a crise de valores pela qual passamos.

      Votei no Bolsonaro pois realmente acredito que ele poderá fazer a diferença. Mas não sou fanático, e o criticarei se achar que ele venha a merecer.

      Excluir
  2. Bolsonaro não conseguirá reverter o quadro de 13 anos de PT da noite para o dia. Além disso certamente enfrentará forte opressão da esquerda, que ainda tem bastante poder em suas mãos, apesar da "surra" que levou. Boa sorte a Jair Messias Bolsonaro. Que ele consiga dar um pouco de paz ao povo do nosso Brasil, que tanto tem sofrido nos últimos tempos. Temos tudo para ser uma grande pátria, porém falta alguém no posto mais alto que tenha o pulso firme para tomar as rédeas da situação e recolocar o país novamente em voo de cruzeiro, e não em queda livre com as manetes a frente como estamos a uns bons anos.
    Quanto ao Haddad, ele poderia ir tentar um cargo junto a Nicolas Maduro na Venezuela, já que admira tanto esta forma de governo. E já leve a turma do PC do B, PSTU e demais siglas vermelhas com a foice e o martelo junto com ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo contrário. Bolsonaro não é deus, e portanto carece de oposição como qualquer outro governo. Já pensou o que seria do país se os opositores do PT tivessem abandonado o país após perderem a eleição? O papel de Haddad, Ciro e Marina, assim como de todos os demais opositores na política e na sociedade, é o de fiscalizar a administração e de se opor à qualquer retrocesso que seja contra os seus princípios. Isso não só no Brasil, como em qualquer país minimamente civilizado. Não conseguiremos transformar o Brasil em um Canadá utilizando políticas da Coreia do Norte.

      Excluir
    2. Sim, não vai ser fácil. Após a luta que foi para nós elegermos Bolsonaro, digo que outra luta ainda maior está por vir: fazer com ele tenha governabilidade.

      Excluir
  3. É o começo do fim do grande mal do Brasil. Não foi uma disputa politica como a maioria diz. Foi na verdade uma disputa entre o bem e o mal. Mal esse que foi se infiltrando na cabeça das pessoas, distorcendo a realidade e fazendo com que os Brasileiros se dividissem. Unir esse povo novamente vai ser muito dificil. Somente quando os adimiradores dessa doença chamada pt se derem conta da realidade, de que foram mergulhados em uma fantasia dominadora é que isso pode mudar. Para que isso ocorra, Bolsonaro terá um trabalho imenso, não sei como, nem se o fará, devido a enorme resistencia petista.
    O esquema de dominação petista foi muito bem planejado por pessoas muito inteligentes mas sem escrupulos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado, não vejo muita diferença do seu pensamento em relação ao petista: "bem contra o mal". Não é esse discurso que vai unir o país. Bolsonaro não vai unir país nenhum, pelo contrário, tudo que ele apresentou durante a campanha foi o cúmulo da desunião, da exclusão das minorias e de quem lhe faz oposição. Bolsonaro está longe de ser unanimidade, e vai enfrentar resistência na política e na sociedade. Enquanto o Brasil não for o Canadá, sempre haverá pontos de vista distintos se opondo e se revezando no comando do país. Seria ótimo se fossem pontos de vista sociais-democratas padrão Canadá também.

      Excluir
    2. Bem, para mim itens que estavam na agenda da chapa Haddad/Manuela, tais como a ideologia de gênero, aborto, descriminalização das drogas, aparelhamento de escolas e universidades, desencarceramento de presos, regulamentação da mídia, apoio a ditaduras socialistas e a mudança da Constituição são a própria expressão do mal, e 55% dos brasileiros pensam da mesma forma que eu.

      Digo mais: dos 44% que votaram no Haddad, certamente foi uma minoria que votou por questões ideológicas. Da grande maioria, ou tinham algum interesse em um governo do PT ou fazem parte da população socialmente e economicamente vulnerável, a qual sofreu uma brutal lavagem cerebral durante os 13 anos de governos do PT.

      Excluir
    3. Não vejo bem dessa maneira. A maior parte do meu ciclo de convivência que votou em Haddad o fez por entender que as políticas sociais e progressistas representadas pela esquerda são as que estão mais próximas do primeiro mundo. Citando novamente o Canadá como exemplo, suas políticas relacionadas a educação de gênero, aborto, drogas e apoio social estão muito mais próximas do PT que de Bolsonaro. Nem consigo imaginar como o Canadá poderia estar enquadrado no conceito de "mal". Por outro lado, nos quesitos econômicos e burocráticos, provavelmente o Canadá está mais próximo de Bolsonaro.

      E esse é o ponto chave: não entendo que exista bem e mal, bem definidos e distintos. O que existe são pontos de vista distintos de como chegar ao padrão Canadá. O ideal seria termos uma visão social de estado que se afasta de regular os costumes, não se eximindo da educação que valorize os direitos humanos e desmonte preconceitos, e que regule a atividade econômica sem ser um empecilho a ela.

      Talvez um "Bolsoddad? Como já disse em outros comentários, continuo na busca desse cara.

      Excluir
    4. Piva, compreendo o que voce diz, mas é aí que afirmo que tudo foi montado de uma forma inteligente de convencer as pessoas.
      A arma usada pelos cabeças do pt inicialmente, foi um grande trabalho de “educação comunista petista” entre os professores, artistas, reporteres, religiosos, etc. Depois, provocar o “emburrecimento da população” de forma que valorizem a pobreza, sejam faceis de manejar, não custem caro ao governo. Basta ver como caiu o nivel de educação nas escolas!!! As favelas mudaram de nome para comunidade para convencer que assim está bom.
      Isso sem falar na total decadencia economica. Não esqueçamos de como lula surfou nas ondas do dinheiro em seu primeiro mandato usando as reservas que tinhamos guardadas na epoca da grande crise mundial de 2008, e que apenas por uma questão de sorte e isolamento o Brasil ficou de fora, e ele, esvaziando completamente os cofres publicos para passar-se de o salvador da patria ou Robin wood. Cometeu um crime economico e ficou “bonito” internacionalmente.
      O pt acabou com a economia do Brasil, e o comunismo aqui, diferentemente de um país de primeiro mundo só pode distribuir pobreza, nada mais.

      Excluir
    5. E hoje sabemos que o ex-prefeito Celso Daniel foi assassinado a mando do barbudo9dedos por ameaçar denunciar o esquema de corrupção em Santo André, que era só uma pequena fração que alimentava esse esquema gigantesco.

      Excluir
    6. Eduardo, isso me lembra muito um tal Joseph McCarthy.

      Excluir
    7. Quanto ao Canadá, citado como exemplo, apenas duas políticas se aproximam das defendidas pelo PT: a liberação da maconha recreativa (ainda assim com uma complexa legislação) e do aborto.

      Considero ambas grandes erros - nem tudo que vem de países de primeiro mundo sempre será algo bom. Sem falar que aqui o buraco seria muito mais embaixo, pois a nossa realidade é muito mais precária em qualquer aspecto.

      E a Holanda se arrepende amargamente de ter liberado a maconha:

      "A Holanda reconhece: legalizar maconha foi erro"
      https://adeilsonfilosofo.jusbrasil.com.br/noticias/239200069/a-holanda-reconhece-legalizar-maconha-foi-erro

      "Holanda, de paraíso da maconha legal a narcoestado com tiroteios à luz do dia"
      https://brasil.elpais.com/brasil/2018/03/31/internacional/1522523744_680121.html

      Excluir
    8. Não é bem assim. Não encontrei nenhuma evidência séria que diga que a Holanda esteja arrependida de sua política de drogas. Existem, naturalmente, consequências dessa política, assim como existem consequências da política de proibição, que são temas de estudo e de debates, sobre os quais as pessoas e as instituições se posicionam, assim como você.

      Em relação ao Canadá, existem muitas políticas alinhadas ao discurso de esquerda (não necessariamente petista. Falo de esquerda porque nem todos os que votaram em Haddad são petistas, assim como nem todos os que votaram em Bolsonaro o fizeram por admirar o capitão):

      O casamento igualitário é lei federal, homofobia e discriminação por qualquer motivo é crime. As crianças desde cedo aprendem nas escolas a respeitar e entender o que é homossexualidade. O governo federal aprovou uma lei ano passado criminalizando discriminação por gênero. Aliás, nem é necessário colocar o gênero nos seus documentos se não quiser. O estado promove políticas afirmativas para diminuir as desigualdades relacionadas ao gênero. O Primeiro Ministro é feminista assumido e marcha na parada gay.

      O estado de bem estar social (welfare) faz do Canadá praticamente uma república bolivariana na visão do pessoal de direita. Existe o Child Benefit (espécie de bolsa família paga para cada filho), licença maternidade de 12 meses (ou 18 meses se você preferir), saúde universal de graça, educação gratuita para crianças e adolescentes e um monte de ajuda e subsídios para o nível superior, seguro desemprego, entre outros.

      Os povos das primeiras nações (equivalente aos nossos índios) têm muitos benefícios e programas que os ajudarem. Eles são isentos de impostos e existe uma ampla política de reparação histórica pelas atrocidades que o governo cometeu com eles.

      Além de o aborto ser legalizado (e é direito da mulher decidir se quer ou não terminar a gravidez), a eutanásia também é permitida em casos de doenças terminais e crônicas incuráveis.

      Porte de arma aqui é a maior dor de cabeça. E as armas são classificadas em não restritas, restritas e proibidas. Tem regra para transporte e armazenamento.

      A maconha já é legal em todo o país.

      O Canadá recebe refugiados de vários países do mundo e os auxilia a recomeçar a vida por lá.

      Excluir
    9. Quanto aos benefícios sociais do Canadá, os EUA tem muitos similares e é considerado o templo do capitalismo e do empreendedorismo. O problema não são os benefícios em si (como disse em outro texto, não sou contra o Bolsa Família), mas a forma como eles são empregados: por aqui o PT os utilizava para uma descarada compra de votos, configurando um grande estelionato eleitoral. Mantinha comunidades carentes como reféns, enquanto dava a elas migalhas e as impedia de progredir.

      Por fim, sobre a sua frase :

      "e é direito da mulher decidir se quer ou não terminar a gravidez".

      Amigo, agradeça a Deus que a sua digníssima mãe não pensava assim. Para mim, o aborto nada mais é do que um brutal assassinato de uma vida inocente incapaz de se defender.

      Veja esse vídeo:

      https://www.youtube.com/watch?v=_yVOPSZK2Xk

      Mesmo um feto de apenas 12 semanas já tenta em vão se defender.

      Paro por aqui. Apesar das nossas diferenças de opinião, eu achava que você era um cara inteligente. Peço encarecidamente que você deixe de visitar o meu blog, sinceramente, prefiro não ter leitores que defendam tão hedionda prática.

      PS: para mim seria muito mais fácil simplesmente ter excluído o seu comentário, como o fazem muitos daqueles que dizem defender a democracia e liberdade de expressão. Depois nós, conservadores, é que somos fascistas opressores.

      Excluir
    10. Prezado Piva,
      Você está falando de um país chamado Canadá, e nos estamos discutindo sobre o Brasil, Republica das Bananas, HueHuezil, ou chame lá como preferir. Aqui como todos sabemos impera a lei de levar vantagem em tudo o que for possível. Claro que existem exceções, raras porém existem. Imagine a quantidade de pessoas que vão se "encostar" no estado, caso sejam ampliados os auxílios financeiros? Sobre os auxílios educacionais, concordo totalmente e acredito que deveriam servir de modelo ao nosso país.
      Sobre recebimento de refugiados, o Brasil já anda fazendo isso em larga escala, porém não consegue nem suprir o básico, a sua população, quem dirá a esta enxurrada de imigrantes que estão vindo para o Brasil.

      Excluir
    11. Piva, deferente do caso Joseph McCarthy, muitas e muitas provas apareceram, e muitas outras estão para emergir, é só uma questão de tempo.
      O que me admira nos petistas é o endeusamento de aeus lideres, não importando as atrocidades que cometam, sempre serão santificados. São intocaveis.

      Excluir
    12. E graças a Deus os comunistas foram perseguidos nos EUA, serão este também seria um país de terceiro mundo, parado no tempo. Pela que no Brasil não foi assim. Hoje seria uma superpotencia e pode ter certeza: não haveria pobreza pois só uma nação rica pode dar boas condições de vida.

      Excluir
    13. Desculpe ofende-lo com meu ponto de vista. Não era minha intenção. Realmente não é produtivo discutirmos aborto nesse contexto, porque o tema é muito polêmico.

      Só realmente gostaria que você fizesse uma revisão do seu pensamento sobre "inteligência". Ser conservador ou ser liberal não tem qualquer associação com a inteligência, tendo mais a ver com sua formação moral e religiosa. Há muitas pessoas inteligentes em ambos os lados, todas tem seus motivos, suas crenças e seus conceitos, que merecem respeito. Eu lhe expus com muito respeito o porquê a pauta social da esquerda é melhor que a da direita, de acordo com meus conceitos. Não me considero nem burro, nem doutrinado, pelo contrário. Sou tão inteligente e privilegiado pela educação formal quanto você.

      E nesse mesmo contexto, existem incontáveis pessoas inteligentes que votaram e Haddad e em Bolsonaro, cada uma com a sua estrutura de valor. E isso, acima de tudo, carece de respeito.

      Excluir
  4. Caro Piva, quantos empregos vc gera????
    Pergunto, por que gero 4 empregos, e na gestão PT, o gerador de empregos foi visto como inimigo número um do micro-empresário, daquele que coloca dinheiro na carteira dos funcionários!!! E nesses últimos 4 anos, me privei de muita coisa, para manter os 4 funcionários.
    O país esta nessa merda total, por que pessoas como vc, ao invés de trabalharem, gerarem empregos, fica fomentando o mundo romântico de que o PT vende, e prejudicando quem quer trabalhar, e gerar empregos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Perdigão, você está enganado ao meu respeito. Eu não defendo o PT, acho que as gestões Dilma foram um desastre do ponto de vista econômico. Já deixei claro nos demais comentários que eu desejo para o meu país um modelo de capitalismo e estado de bem estar social semelhante ao canadense e ao dos países nórdicos.

      Meu alinhamento com a esquerda brasileira se dá tão somente na pauta social, que prega o liberalismo cultural e social, com o qual discordo completamente da pauta bolsonariana. Sem contar que sou um franco defensor da democracia e dos direitos humanos, que me fazem desconsiderar Bolsonaro até para o síndico do prédio, quanto mais para líder de uma nação.

      Adoraria que alguém como o Amoedo tivesse passado para o segundo turno, embora ele também não seja nenhum exemplo de liberalismo cultural e social.

      Excluir
  5. Quero ver se o governo Bolsonaro conseguirá entregar algumas reformas. Não é nada fácil contrariar os interesses dos eternos recebedores de privilégios espalhados por todas as esferas do Estado (judiciário incluso)... 👀

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ele conseguir fazer metade do seu plano de governo, já terá sido o melhor presidente desde o Sarney.

      Excluir
  6. O bem estar de um povo, é consequencia do desenvolvimento da nação, que é consequencia de sua educação e principios morais. Nunca será atraves de uma coisa imposta por fanaticos carregando uma bandeira vermelha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E além disso, como maus perdedores, ainda começaram por aqui um discurso de "serem a resistência". Bolsonaro venceu democraticamente, resistência à que? E olha que aqui Bolsonaro certamente não fará com eles o que o Maduro faz com os dissidentes da sua ditadura na Venezuela.

      Falando no país vizinho, acredito que todo esquerdista deveria passar uma temporada por lá. Certamente muitos mudariam os seus conceitos.

      Excluir
  7. Desde 2010 não voto para presidente e mantive essa posição esse ano, embora no segundo turno estivesse pendendo para o lado do Bolsonaro, pois também sou do time Chega de PT. Só não votei nele por estar evitando os debates no segundo turno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo menos não votou no PT! :-)

      Em 2010 eu não votei pois havia mudado de cidade e acabei não transferindo o título a tempo, mas certamente teria votado no Serra pois eu sempre detestei a guerrilheira Dilma.

      Em 2014 fui de Aécio por pura falta de opção, pois não havia como votar na Dilma.

      E nesse ano acho que todos já sabem em quem votei... rsrs

      Excluir
  8. Lembra quando falei que a volta do PT em 2023 vai depender das políticas que foram tomadas em relação aos mais pobres? Já começou...

    https://www.dw.com/pt-br/cuba-abandona-mais-m%C3%A9dicos-ap%C3%B3s-cr%C3%ADticas-de-bolsonaro/a-46295893

    Quero ver onde o governo brasileiro vai arrumar médicos pra colocar nos rincões do país e nas periferias violentas das grandes cidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não me venha com papo de que os cubanos são comunistas, médicos escravos e de segunda linha, dinheiro pra ditadura, mi mi mi mi...

      Minha preocupação é com as pessoas. Muitas cidades nunca tinham visto um médico, e muitas dessas pessoas nunca haviam tido uma consulta na vida. Essas pessoas votam. Depois, aparecem os donos da verdade dizendo que pobre é burro pq vota em corrupto.

      É triste ver que, ao que parece, só os corruptos se preocupam com quem realmente precisa da presença do estado.

      Excluir
    2. Meu amigo, esse programa servia unicamente para financiar a ditadura cubana, visto que os médicos recebiam apenas uma fração do dinheiro - o resto ia diretamente aos irmãos Castro!

      "Minha preocupação é com as pessoas". E quanto aos muitos cubanos que morreram durante o regime do Fidel Castro, ou aos que vivem em condições miseráveis, você não se preocupa? Ou isso é mimimi?

      Como todo bom governo socialista e corrupto, Dilma criou primeiro o problema para depois vender uma solução fajuta: no seu governo foram fechados cerca de 14 mil leitos somente pela defasagem da tabela do SUS!

      Fonte:
      https://setorsaude.com.br/estado-de-s-paulo-critica-fortemente-o-programa-mais-medicos/

      E calma, Bolsonaro nem assumiu ainda. Pode ser que ele tenha uma destinação melhor para o dinheiro que era usado para financiar uma ditadura.

      Excluir
    3. Eu não estou discutindo a situação dos cubanos, que é realmente lastimável. Estou discutindo a solução para o problema da falta de médicos que se habilitem a fazer o que os cubanos fazem. Bolsonaro, agindo por pura ideologia e pensando com o intestino (como sempre), complicou o problema. Um líder sensato buscaria a solução para substituir os cubanos ANTES de se livrar deles. E reafirmo, a saída dos cubanos que atendem muitas cidades, sem a devida e ágil reposição, pode ser o começo da perda de apoio do presidente, e de uma potencial volta da esquerda ao poder em breve. Depois não adianta chorar e chamar o povo de burro.

      Excluir
  9. fica tranquilo Piva, as coisas vão melhorar!!!

    há uns dois anos atrás, fiz um curso de ingles próximo de Fort Lauderdale, Florida, e lá conheci muitas pessoas, muitos Haitianos, Colombianos, Mexicanos e Cubanos, todos pessoas sensacionais.
    Entre os Cubanos haviam tres amigas minhas que eram enfermeiras em Cuba e conheciam bem como funcionava o "mais médicos". o governo Brasileiro pagava por medico em torno de dez mil reais. Desses dez mil, por volta de mil e trezentos reais no máximo iam para o medico, como salário e também para custear habitação e alimentação (muitos trabalhavam em locais que mais pareciam um chiqueiro de porcos). O restante ficava com o governo cubano. Cuba também vende esse produto para outros países da América Latina, parece-me que a Venezuela também o utiliza. Muitos médicos entravam no programa porque era dito que teriam ótimos salários e uma bela carreira pela frente em outro pais, e outros para tentar escapar do regime Cubano. Ouve casos de vários médicos que nunca mais voltaram para casa pois não sobreviveram a violência do local, e muitas outras historias que elas me contavam que me deixava realmente indignado, triste.
    Por outro lado como exemplo, apenas para uma pequena região do Brasil, haviam oito mil candidatos brasileiros para algumas vagas, umas dez mais ou menos, inclusive com especialidades, mas desses brasileiros, nenhum conseguiu a vaga, vaga esta "reservada" ao medico Cubano.
    Lembramos que o Brasil é o segundo pais com maior numero de médicos no mundo e o primeiro em dentistas (incluindo eu kkk).
    Acabar com o programa mais médicos é apenas avaliar corretamente a equação custo/beneficio, pois no Brasil médicos não faltam, principalmente os que aceitam fazer o trabalho pesado ganhando um salário vergonhoso.
    Infelizmente Piva, tenho que te informar que com o governo de Bolsonaro, Cuba vai deixar de ganhar uma boa bolada. Que pena... Fidel vai se contorcer no caixão...

    Vamos valorizar um pouco mais os médicos Brasileiros!!!
    Ainda existem ótimos profissionais!!!














    ResponderExcluir

Postar um comentário