Um anúncio histórico: processadores Intel Core com GPUs AMD Radeon!

O mundo anda realmente de pernas para o ar. Depois de a Microsoft oferecer distribuições Linux na sua loja oficial, agora a Intel anuncia que adotará GPUs AMD nos seus processadores. Wow!


Como diria aquele velho deitado, onde há fumaça, há fogo. Depois de muitas especulações que eram veementemente negadas principalmente pela Intel, hoje veio o anúncio oficial: os processadores Core de oitava geração para a computação móvel (a linha Core H) terão integrado no mesmo encapsulamento um chip gráfico AMD Radeon, com memória do tipo HBM2 dedicada. 😛

Conforme o anúncio, a equipe da Intel responsável por estes processadores trabalhou de forma bastante próxima com o pessoal da divisão Radeon da AMD, o que tornou possível chegar a uma solução que une o melhor dos dois mundos. O grande destaque deste projeto mútuo é a tecnologia EMIB (Embedded Multi-Die Interconnect Bridge), a ponte entre a CPU e a GPU que permite que duas peças heterogêneas de silício se comuniquem de forma extremamente rápida.


Outro destaque da EMIB é a eficiência energética: interligando a CPU, GPU e os chips de memória dedicados, esta tecnologia permite que haja um balanceamento de carga dentre os diversos componentes, de modo a entregar o máximo de performance com uma ótima eficiência energética e controle de temperatura. A opção pelas memórias HBM2 é devido ao fato destas consumirem menos energia e ocuparem um menor espaço físico em relação às GDDR5.

Os primeiros processadores Core H com GPU Radeon chegarão ao mercado no primeiro quadrimestre de 2018. Ainda não foi informado qual arquitetura da AMD será utilizada, se será a Polaris, Vega ou uma nova desenvolvida especialmente para este produto.

Enfim, esta é outra notícia que eu sempre achei que não estaria vivo para ver: Intel e AMD juntas em um mesmo projeto. É algo realmente surpreendente.

Fonte: Intel.

Comentários

  1. Está aí algo que não se vê todos os dias. Só falta agora Forza rodar no PS4 e GT no XOne.

    Esperando mais "fusões" como essa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro-me do meu espanto a primeira vez que vi um jogo do Sonic em um console Nintendo. :-)

      Excluir
    2. Se refere ao Sonic "4"? kkkkkkkk Mas confesso que fiquei bobo ao ver esse game rodando no SNES. ^^

      Excluir
    3. Teve um Sonic para SNES? Não sabia! Na minha memória o primeiro Sonic em um console não-Sega foi o Sonic Adveture para o Gamecube.

      Isso foi depois do declínio do Dreamcast, quando a Sega desistiu definitivamente do mercado de hardware e virou somente uma produtora de jogos.

      Excluir
    4. kkkkkkkkkkkkk É um hack pirata do jogo Speed Gonzalez do SNES. Pegaram a rom do game, transformaram ela em outro game com temática que nada tem a ver com Sonic, usando os sprites do Sonic. E para ficar mais zuado você tinha que libertar vários Marios no decorrer das fases, que funcionava como checkpoints. kkkkkkkkkkkk Por isso que botei o 4 entre aspas.

      Sonic "4": https://www.youtube.com/watch?v=dnyRwXpQLvI
      Speed Gonzalez: https://www.youtube.com/watch?v=uiVEDmaYrvg

      Excluir
    5. hahahahahaah muito bom! Vivendo e aprendendo!

      Excluir
  2. Respostas
    1. kkkkkkkkkk Apocalipse mesmo seria um Android customizado da Samsung rodando em um Iphone. Ou, menos radical, uma parceria entre Dlink e TP-Link. kkkk

      Tá. Parei. .-.

      Excluir
    2. Ou o Bill Gates usar um celular Android... opa, pera aí! kkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Agora só falta a NVidia começar a oferecer processadores x86...

      Excluir
    4. Só falta a NVidia começar a oferecer processadores x86... e que espanquem os Core i7 e Ryzen! rsrsrsrsrsrs

      Excluir

Postar um comentário