Saiu o primeiro benchmark do Windows 10 ARM com o Snapdragon 835

Finalmente os primeiros benchs do Windows 10 ARM estão começando a pingar. Conheça também as especificações de alguns dos primeiros aparelhos baseados no novo sistema, conforme anunciado pela HP.


Desde o anúncio do Windows 10 ARM no final do ano passado, este é o primeiro benchmark que pintou na Web, onde o Snapdragon 835 foi comparado com um Core i3 8100. O processador da Qualcomm conta com oito núcleos rodando a 1,9 GHz, enquanto que o Intel tem quatro a 3,6 GHz.


Claro que é uma comparação desigual. O chip ARM tem que manter um compromisso entre desempenho x eficiência energética x consumo muito maior que o x86, além da própria diferença da arquitetura: é como comparar maçãs com abacaxis. Também deve ser levado em consideração a camada de emulação necessária para rodar aplicações x86 no Snapdragon.


HP divulga especificações

A HP pretende lançar dois produtos com o Windows 10 ARM e o  Snapdragon 835. Um deles com 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno (código U9EE0E) por US$ 199,99, e o mais em conta terá 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento custando US$ 169,99 (código U9ED8E). Ambos terão uma tela touchscreen de 12”.

Ao contrário do malsucedido Windows RT, o Windows 10 ARM terá a flexibilidade necessária para impulsionar uma nova categoria de dispositivos mais compactos, leves e de maior autonomia, com um desempenho suficiente para rodar as aplicações x86 mais populares, o que é o seu grande diferencial.

Atualização 17/11/2017: atendendo a pedidos, seguem os resultados do Geekbench 4.0 em conjunto com o meu Asus Zenfone 2 para efeito de comparação.




Fonte: Pplware.

Comentários

  1. https://blog.cloudflare.com/arm-takes-wing/

    x86 em geral tem a dianteira, mas os chips ARM podem dar conta tranquilamente do recado em várias situações. Basta termos UEFI+ACPI para padronizar as coisas.

    ResponderExcluir
  2. Achei os números preocupantes, porque se a camada de emulação consome metade do desempenho do chip (baseado no Galaxy S8 e outros) o benefício de uma maior autonomia se vai, porque levará o dobro do tempo pra executar as tarefas. Torço pra que esses números não sejam finais ou que sejam um erro, afinal. Lembrando também que os Bionic da Apple dão de relho nos ARM da concorrência, e não seria maluquice se daqui umas duas gerações eles estivessem nos notebooks dela. A título de curiosidade, quais os números do teu Zenfone 2? Flw!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Postagem atualizada!

      Até que o Zenfone 2 é um velhinho guerreiro, visto que é um aparelho de 2015... :-)

      Excluir

Postar um comentário