O Ataribox terá uma APU AMD rodando Linux

Aos poucos novas informações sobre o novo produto da Atari estão saindo, o qual promete rodar tanto títulos clássicos quanto atuais.



Conforme informações do líder do projeto, Feargal Mac, o Ataribox (que foi anunciado em julho durante a E3) contará com um processador AMD dotado de um chip gráfico Radeon, com o sistema operacional Linux. Promete rodar tanto jogos para PC tais como o Minecraft e o Terraria quanto títulos clássicos dos consoles da empresa - no caso dos jogos para PC, os que demandem muito processamento gráfico não serão suportados. Também será possível navegar na Web e usar aplicações multimídia, como o streaming de vídeos.

Não há maiores informações, porém. Não se sabe ainda qual APU será utilizada, se uma já baseada na arquitetura Zen ou as anacrônicas Jaguar do PS4 e do Xbox One. Tampouco foram informados mais detalhes técnicos como a quantidade de RAM e de armazenamento interno. A empresa promete divulgar todos os detalhes até o fim do ano.

Como a Atari anda mal das pernas financeiramente (entrou em concordata em 2013, porém conseguiu se recuperar) o Ataribox terá um projeto de crowdfunding. O seu preço deverá ser entre 250 e 300 trumps, em duas versões: uma com o frontal que imita madeira e outra nas cores vermelho e preto.

Enfim, tudo indica que o Ataribox nada mais será do que um PC super compacto, que terá um emulador oficial para jogar os títulos antigos da empresa. A proximidade do preço com os praticados pela Sony e Microsoft é um fator preocupante, sem dúvida. Em um mercado fortemente polarizado como o atual, é difícil dizer se a velha Atari terá fôlego para emplacar um novo produto, ainda mais se considerarmos que o seu último produto de sucesso foi o Atari 2600.

Fonte: VentureBeat.

Comentários