Dica Mac: como instalar o Windows em dual-boot com o utilitário Boot Camp

Sem dúvida o Mac OS X é um sistema operacional bastante polido e fluído. Mas sempre tem aquele bendito software Windows only que apresenta uma queda de desempenho acentuada se executado em uma máquina virtual. Confira nesta postagem como instalar o Windows em dual-boot com o Mac OS X sem dores de cabeça.


O utilitário Boot Camp

É encontrado na pasta Utilitários. Como a mensagem alerta, faça um backup antes de prosseguir – o velho Murphy é implacável!


Na próxima tela podemos marcar a opção de baixar os drivers dos dispositivos de hardware para Windows. Pra tanto é necessário um pendrive formatado em FAT32.



Será efetuado o download dos drivers e copiado no pendrive:



Insira agora a mídia de instalação do Windows. Aqui estou utilizando o 7 de 64 bits.


Chegou a hora do particionamento do disco, onde deve ser liberado um espaço para o Windows. O tamanho a ser utilizado depende do que você pretende instalar no Windows, mas de um modo geral cerca de 50 GB está de bom tamanho.


O disco será particionado:


Após a conclusão, reinicie o Mac com a mídia de instalação do Windows inserida e a tecla Option pressionada, e no menu de inicialização exibido selecione a supracitada mídia. A instalação deverá ocorrer normalmente, como em qualquer PC - o único cuidado é na escolha da partição: selecione a nomeada como BOOTCAMP.

Iniciando o Windows e instalando os drivers

Após a instalação do Windows, para acessar o mesmo inicie o Mac com a tecla Option pressionada e escolha a opção correspondente no menu.

Para instalar os drivers, insira o pendrive gerado pelo Boot Camp, abra a pasta WindowsSupport e execute o setup.exe. Mas a Apple é sempre a Apple, e cabe a ela e não ao utilizador julgar que versão do Windows pode ser instalada no Mac: no meu caso a empresa da maçã decidiu que apenas Windows de 32 bits podem ser utilizados (apesar do processador do meu MacBook ser um Core 2 Duo com EM64T), o que não me serve pois preciso rodar aplicações de 64 bits. Mesmo no modo de compatibilidade o utilitário não funciona e tampouco adianta baixar manualmente os drivers, que serão os mesmos para o meu modelo de MacBook que é um Mid 2009.


Mas há como instalar os drivers manualmente, porém você deve saber exatamente o hardware do seu Mac. O meu conta com chipset Nvidia (e vídeo integrado GeForce 9400M), então instalei os drivers da Nvidia, os da Realtek (para o áudio) e os da própria Apple.



Um pequeno ajuste pode ser necessário se o seu Mac não tiver um teclado ABNT2, como é o meu caso: o teclado padrão deve ser ajustado para Estados Unidos internacional no Painel de Controle do Windows:


Contudo rodar uma versão do Windows não oficialmente suportada pela Apple tem uma pequena limitação: mesmo com a instalação manual dos drivers alguns recursos como as teclas de atalho (como para aumentar e diminuir o volume e o brilho da tela) não funcionam pois os demais componentes do Boot Camp não puderam ser instalados. Para mim não é uma limitação que faça tanta diferença, mas cabe a cada um julgar por si mesmo. 😉

Modificando o sistema padrão de inicialização

Por padrão (se a tecla Option não for pressionada) o sistema é inicializado no Mac OS. Se você quiser alterar para o Windows basta rodar o utilitário Disco de Inicialização presente na pasta Aplicativos:


Se o Windows for ajustado para padrão, inverte-se o cenário: para rodar o Mac OS o sistema deverá ser inicializado com a tecla Option pressionada.

Veja também:

Comentários