Uma pausa na publicidade

Os mais atentos já devem ter percebido: nos últimos dias o banner de publicidade não está mais sendo exibido (se você não notou, pressione F5). Sim, desisti pelo menos por enquanto de monetizar o blog e explico abaixo os motivos para esta decisão.

Até o final do ano passado eu podia dizer que o blog estava ficando perto de tornar-se autossustentável: os ganhos obtidos me permitiam pagar a renovação do domínio e comprar muitos componentes antigos, conforme o compromisso público que assumi de reinvestir todo e qualquer ganho no próprio blog, quando em meados de 2014 decidi monetizar o blog com o programa de afiliados Egrana. Porém a partir de janeiro deste ano a arrecadação despencou.

Para citar um exemplo, o mês recorde de arrecadação foi agosto de 2015 quando o blog teve uma marca de 18.493 impressões monetizadas, enquanto que no mês passado foram contabilizadas apenas 9.011 impressões. Em uma análise mais superficial isto não faria nenhum sentido, visto que o número de pageviews mensais do blog praticamente dobrou desde agosto do ano passado, mesmo se considerarmos que apenas uma fração das pageviews são monetizadas. Das duas uma: ou todo mundo passou a usar o AdBlock (ou similares) ou então o programa de afiliados mudou o algoritmo que registra as impressões – aposto as minhas fichas nesta segunda opção.

Claro que o referido programa tem total autonomia para adotar o sistema de remuneração que mais lhe convier, e com completo amparo legal para isto (sempre há as letrinhas miúdas que dizem “sujeito a alterações sem aviso prévio”). Não os critico por isto. Porém embora estejam no seu direito, eu também tenho o direito de não aceitar esta mudança e não mais utilizar o serviço – simplesmente não vale a pena aporrinhar os meus leitores com banners publicitários para um retorno tão baixo.

E antes que me perguntem sobre o AdSense, adianto que não consegui fazer este sistema funcionar. O meu pedido de inscrição até foi aprovado pelo Google, porém nenhum dos códigos que implementam as peças publicitárias funcionaram aqui devido a eu utilizar um domínio personalizado. Segui todas as orientações do Google, inclusive cadastrei o domínio michaelrigo.com na lista de domínios associados e até abri um pedido oficial de suporte, sem sucesso. De qualquer modo, mesmo o AdSense não paga mais tão bem como antigamente conforme apurei com alguns outros blogueiros e youtubers.

Assim sendo, vou continuar o blog sustentado apenas pela paixão que tenho pelo tema e pelos amigos leitores que gostam do meu trabalho, sendo que alguns deles também colaboraram de alguma forma com este espaço. Mas nunca diga nunca: se pintar algum outro sistema de monetização viável irei analisar com carinho, ou mesmo se o Egrana rever a postura e/ou se eu finalmente conseguir fazer o AdSense funcionar (da mesma forma condicionado a um retorno minimamente aceitável). Patrocínios também serão analisados com carinho, desde que não me tolham a liberdade de opinião.

Quer ajudar o blog? Divulgue-o nas suas redes sociais e entre os seus amigos. Um forte abraço a todos!

Michael em um futuro não muito distante

Comentários

Postar um comentário