Fim da linha para o meu MacBook White

O momento que eu temia chegou. A onda de obsolescência programada da Apple finalmente atingiu o meu velho companheiro MacBook White. Por ser um Mid 2009, ele não receberá o OS X Sierra:


Pelo que pesquisei, o único motivo de ele não receber a última versão do OS X é devido a este não incluir drivers para alguns componentes dos Macs mais antigos, tais como o Wi-Fi. Até existe um patch não oficial que permite quebrar esta limitação imposta pela Apple, porém não há garantias de funcionamento pleno do dispositivo justamente pela falta dos drivers. Este é o maior problema do modelo fechado da Apple: se por um lado permite aumentar a confiabilidade (quem nunca teve uma Tela Azul da Morte no Windows causada por drivers porcos que atire a primeira pedra), por outro ficamos reféns da empresa do tio Jobs até mesmo para obtermos meros drivers de dispositivos. Sem falar que cada futuro pacote de atualizações virá com fortes emoções quanto ao funcionamento do sistema operacional, que poderá ser “quebrado” pela aplicação do patch.

Mas justiça seja feita: este MacBook já recebeu bem mais atualizações de sistema operacional do que a média dos dispositivos da Apple. Ele veio com o OS X Leopard (10.5) e recebeu o Snow Leopard (10.6 – o meu favorito até hoje), Lion (10.7), Mountain Lion (10.8), Mavericks (10.9), Yosemite (10.10) até o atual El Capitan (10.11). De qualquer modo, se a maior novidade do Sierra (10.12) for apenas a assistente Siri não perderei muita coisa – para mim, estes chamados “assistentes pessoais” (além da Siri, inclua-se também a Cortana e o assistente do Google) são uma grande perda de tempo.

Enfim, não é por isto que abandonarei o meu velho companheiro (que está voando depois que instalei o SSD), pois o OS X El Capitan deverá ter mais algum tempo de suporte para correções de bugs e falhas de segurança. Também sempre há a opção de ir para o lado negro da força (como muitos fãs da Apple se referiam ao Windows, principalmente nos anos 1980 e 1990): o Windows 10 deve rodar numa boa nele, inclusive em dual-boot utilizando o Boot Camp.

Veja também:

Comentários